Foto: Reprodução/TV Globo

Polícia indicia Dr. Jairinho por tortura a mais uma criança

Vale ressaltar que Jairinho já é réu e está preso pela morte do menino Henry Borel, seu outro enteado.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav-RJ) indiciou mais uma vez o vereador Dr. Jairinho por tortura. Desta vez, no inquérito sobre agressões contra Enzo, filho da então amante Débora Melo Saraiva. Ela foi indiciada por omissão.

Segundo as investigações, na época das agressões contra Enzo, em 2016, o menino tinha três anos. O delegado Adriano França explicou que a criança e a irmã foram ouvidas por policiais especializados, que conseguiram “ativar algumas memórias.

“A criança reviveu parte de episódios sofridos, como: sufocamento com saco na cabeça, pisões na barriga e uma grave fratura de fêmur”, disse França.

Vale ressaltar que Jairinho já é réu e está preso pela morte do menino Henry Borel, seu outro enteado.

Débora, mãe de Enzo, depôs duas vezes na Dcav. Na primeira, no dia 22 de março, Débora afirmou que o relacionamento com Jairinho era conturbado, mas não relatou nenhuma agressão. Já no dia 16 de abril, a ex-amante de Jairinho mudou a versão e disse que foi agredida pelo vereador. Ela também relatou que Enzo apanhou dele.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.