A polícia confirmou na tarde desta terça-feira (3) que está investigando a um caso ativo de tiroteio na sede do YouTube, em San Bruno, na Califórnia, e pediu para que as pessoas se mantenham longe da região.

Um funcionário, Vadim Lavrusik, tweetou às 16h57 que um homem armado estava dentro da sede da empresa.

Outro funcionário, Todd Sherman, gerente de produto no YouTube, comentou também no Twitter que viu sangue no chão do escritório e nas escadas enquanto saía da empresa. Sherman comentou que o atirador pode ter cometido suicídio.

O Google afirma que irá fornecer informações oficiais assim que estiverem disponíveis.

Crédito da foto: Reprodução da Internet