Polícia Civil realiza operação contra criminosos envolvidos com a milícia na Região Metropolitana e na Baixada Fluminense

Segundo os agentes, o autor ameaçava e intimidava as vítimas.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (SEPOL), por meio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (DRACO), prendeu, nesta segunda-feira (16), um policial militar reformado acusado de praticar atos típicos de milícia, grilando e se apossando ilegalmente de terrenos. A ação foi em cumprimento de um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça.

Os agentes também estão nas ruas para cumprir cinco mandados de busca e apreensão contra PMs. A operação conta com apoio da Corregedoria da Polícia Militar e está sendo realizada em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense; em Campo Grande, na Zona Oeste da capital; e em Bento Ribeiro, Zona Norte da cidade.

As investigações indicam que o PM reformado revendia em sua própria imobiliária os terrenos que eram adquiridos ilegalmente, além de exigir pagamento de taxa a comerciantes e aos mototaxistas da região para que pudessem trabalhar.

Segundo os agentes, o autor ameaçava e intimidava as vítimas. Ainda de acordo com a equipe da DRACO, o criminoso também é acusado de invadir um terreno que servia como estacionamento para uma igreja.

Fonte: Ascom PCERJ

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.