Polícia Civil prende quadrilha acusada de dopar e extorquir idosa em Vila Isabel

Segundo os agentes, o grupo adquiriu uma procuração em nome da vítima para efetuar o golpe. A estimativa é de que a quadrilha tenha movimentado cerca de R$ 1 milhão.

A Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) prendeu três pessoas e cumpriu 18 mandados de busca e apreensão durante a 1ª fase da “Operação Sonja”, realizada nesta sexta-feira (30). A ação teve como objetivo desarticular uma quadrilha que, em outubro do ano passado, dopou uma idosa, de 79 anos, e a manteve em cárcere privado para realizar transações bancárias em nome dela.

Segundo os agentes, o grupo adquiriu uma procuração em nome da vítima para efetuar o golpe. A estimativa é de que a quadrilha tenha movimentado cerca de R$ 1 milhão.

As investigações começaram quando foi feito o registro do desaparecimento da idosa, em Vila Isabel. Após diligências, levantamento de informações e um trabalho de inteligência, os agentes conseguiram identificar os envolvidos. Um deles, de 63 anos, é um advogado e apontado com um dos mentores do golpe. Duas mulheres, uma de 45 e outra de 35 anos, também participaram do crime. Os três foram denunciados pelo Ministério Público e presos.

Eles serão encaminhados ao sistema penitenciário e ficarão à disposição da Justiça.

Fonte: Ascom PCERJ

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também