Polícia Civil prende padrasto por cárcere privado e tortura a enteado, de 3 anos

Em depoimento, a mãe da criança contou que era mantida em cárcere privado pelo acusado, sem qualquer possibilidade de contato externo desde janeiro.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Policiais civis da 126ª DP (Cabo Frio) prenderam em flagrante, nesta sexta-feira (06), um homem acusado de tortura e cárcere privado contra o enteado, de 3 anos, e a mãe da criança. Ele foi capturado em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, durante tentativa de fuga.

De acordo com os agentes, a delegacia de Cabo Frio foi comunicada pelo Conselho Tutelar sobre uma criança que havia dado entrada no hospital com diversas queimaduras, inclusive nas regiões das nádegas e da genitália, e com o rosto desfigurado por socos e tapas.

Em depoimento, a mãe da criança contou que era mantida em cárcere privado pelo acusado, sem qualquer possibilidade de contato externo desde janeiro. Durante esse tempo, ela e o filho eram constantemente agredidos pelo autor, que utilizava isqueiro, pedaços de ferro e madeira.

Os policiais então deram início à busca pelo criminoso. Foi realizado um cerco pelas principais vias da região e o homem foi interceptado na saída da cidade de São Pedro da Aldeia.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.