Polícia Civil prende acusado de matar idoso a facadas em Nova Iguaçu

Corpo da vítima foi localizado em um terreno baldio. Crime aconteceu em novembro do ano passado

Policiais civis da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) e da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam, nesta quarta-feira (27), um homem acusado de matar a facadas o senhor Edir Santiago, em novembro de 2020. Contra o acusado foi cumprido um mandado de prisão temporária.

De acordo com as investigações realizadas pelas equipes da DDPA e da DHBF, Edir saiu de sua casa, no bairro Campo Grande, Zona Oeste do Rio, para se encontrar com uma garota de programa na residência dela, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Durante o encontro, o autor do crime chegou e viu sua namorada mantendo relações sexuais com a vítima. Ele ficou com raiva, amarrou e desferiu vários golpes de faca em Edir. Segundo os agentes, o homem não sabia que a companheira era garota de programa e obrigou que ela ajudasse a ocultar o corpo do idoso em um terreno baldio, em Seropédica.

Após o crime, o acusado pegou a chave da casa da vítima, foi ao local e levou o carro, uma televisão e outros pertences. As equipes da DDPA e DHBF realizaram um trabalho de inteligência e investigação, identificaram e prenderam o acusado, além de localizar a área onde o corpo da vítima foi enterrado. Segundo os policiais, o homem já foi preso por roubo e tráfico de droga

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também