Foto: Phil Noble - 27.mar.2017/ Reuters

Polícia Civil faz operação contra ladrões de celular em toda a Baixada Fluminense

No total, 48 pessoas foram presas, sendo 29 em flagrante e 19 em cumprimento a mandados de prisão.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Foi realizada nesta semana, por oficiais das delegacias do Departamento-Geral de Polícia da Baixada (DGPB), a operação denominada “Captura II”, contra receptadores e ladrões, em especial de aparelhos celulares. A operação foi realizada de forma paralela com a campanha de conscientização sobre o risco de adquirir smartphones roubados ou furtados. No total, 48 pessoas foram presas, sendo 29 em flagrante e 19 em cumprimento a mandados de prisão.

O DGPB alerta que quem compra um celular sem nota fiscal ou de origem duvidosa está, indiretamente, contribuindo para o incentivo de diversos crimes graves, como roubo, furto, latrocínio e homicídios.

A campanha contra receptação começou no início de setembro. Uma parceria com o TransÔnibus, sindicato que abrange empresas de ônibus de nove municípios da Baixada Fluminense, permitiu a divulgação em cerca de 200 coletivos de material que alerta para o risco de comprar produtos roubados. Mais recentemente, as mensagens foram fixadas em outros ambientes, como casas lotéricas, redes de lojas e edifícios da administração municipal.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.