Polícia Civil e Procon combatem fraudes em agências de veículos

Durante as diligências, os agentes verificaram que determinadas lojas faziam propagandas enganosas de veículos na internet, anunciando o automóvel com um valor abaixo do negociado presencialmente na agência, induzindo o comprador a erro.

Policiais civis da Delegacia do Consumidor (Decon) e agentes do Procon realizaram, na terça-feira (02), fiscalização em dezenas de agências de compra e venda de veículos instaladas na Avenida Intendente Magalhães, na capital do Rio de Janeiro. As investigações começaram após diversos consumidores terem procurado a Polícia Civil relatando irregularidades nos estabelecimentos. Durante a ação, 11 pessoas foram detidas. 

Durante as diligências, os agentes verificaram que determinadas lojas faziam propagandas enganosas de veículos na internet, anunciando o automóvel com um valor abaixo do negociado presencialmente na agência, induzindo o comprador a erro. Além disso, a taxa de juros no momento da assinatura do contrato era diferente da anunciada. 

Os policiais também constataram que diversos financiamentos de crédito foram realizados irregularmente, sem a anuência do consumidor. Em alguns casos, o valor solicitado pelo cliente era duas vezes menor que o efetivamente contratado, acarretando, com isso, uma dívida fraudulenta e desproporcional.  

Segundo os policiais, em outros casos, o documento assinado pelo cliente no momento da solicitação de crédito não era o mesmo enviado para as financiadoras, o que, em alguns casos, o empréstimo saía em nome de terceiros, que não participavam da relação contratual.

Fonte: Ascom Governo do Estado do Rio de Janeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também