Foto: Secretaria de Estado de Polícia Civil

Polícia Civil e Petrobras se unem para combater furtos de combustíveis em dutos

Nas últimas semanas, duas operações da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) resultaram na prisão do chefe de uma quadrilha e na desarticulação de outro grupo criminoso envolvido nesse tipo de crime.

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol) firmou uma parceria com a Petrobras para compartilhar informações de inteligência com o objetivo de combater furtos de combustíveis em dutos da companhia. Um Termo de Cooperação foi assinado nesta sexta-feira (6) pelo secretário de Polícia Civil, Allan Turnowski, e pelo diretor de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade da Petrobras, Roberto Ardenghy, na sede da Sepol.

A Polícia Civil combate constantemente o furto de combustíveis no estado. Nas últimas semanas, duas operações da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) resultaram na prisão do chefe de uma quadrilha e na desarticulação de outro grupo criminoso envolvido nesse tipo de crime.

Nesta quinta-feira (05/11), um ex-vereador de Duque de Caxias conhecido como “Barão do Petróleo” foi preso em Vila Velha, no Espírito Santo. Ele é apontado como líder da maior organização criminosa especializada em perfuração e retirada de combustível de oleodutos da Petrobras. Segundo as investigações, a quadrilha age nos estados do Sudeste e foi responsável pelo furto de 14 milhões de litros de petróleo, entre junho de 2015 e março de 2017, causando um prejuízo estimado em R$ 33,4 milhões para a estatal.

Em outubro, foi realizada a “Operação Baú”, que prendeu seis pessoas que faziam parte de uma quadrilha que atuava em municípios da Baixada Fluminense. O prejuízo causado por este grupo é estimado em R$ 1 milhão.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também