Foto: Divulgação

Polícia Civil deflagra operação contra traficantes em Três Rios

Até o momento, 12 pessoas foram presas e dois mandados de prisão contra bandidos que já estão no sistema penitenciário foram cumpridos.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Policiais civis da 108ª Delegacia de Polícia, em Três Rios, e de outras delegacias do interior do Rio de Janeiro realizam, nesta sexta-feira (20), a “Operação Seth”. A ação tem como objetivo cumprir 17 mandados de prisão e 21 de busca e apreensão em endereços do bairro Vila Isabel, em Três Rios, Região Centro-Sul do estado, contra traficantes que atuam no município. Até o momento, 12 pessoas foram presas e dois mandados de prisão contra bandidos que já estão no sistema penitenciário foram cumpridos. Os agentes também apreenderam dinheiro, drogas e outros materiais.

A operação é a 2ª fase de uma investigação que começou em março deste ano, quando os agentes identificaram o envolvimento de integrantes de uma organização criminosa na morte de um traficante rival. Segundo os agentes, o grupo é ligado a bandidos de uma comunidade carioca e planejou e matou Lucas Romulo Flores de Paula, vulgo “Ticuque”, um dos líderes de uma facção rival. O crime foi motivado por conta de uma disputa territorial. Ele foi morto a poucos metros de sua casa, quando andava na motocicleta de um amigo pelo bairro Vila Isabel.

Ao longo da investigação, a equipe da 108ª DP identificou o envolvimento do grupo na morte do rival, no comércio de armas e drogas na cidade de Três Rios e com a prática de pequenos roubos e furtos. Quatro dos alvos da operação foram indiciados, denunciados e tiveram prisão preventiva decretada pela Justiça por envolvimento no homicídio de Lucas. Outros 13 acusados são investigados por tráfico e associação para o tráfico de drogas e por terem contribuído, de alguma forma, com o assassinato.

  • A tentativa de imposição de um grupo sobre o outro é o pano de fundo de uma disputa que divide a cidade de forma não lógica e razoável. Indivíduos que passaram a infância e adolescência juntos se definem inimigos e dão para a vida um valor e um significado que fogem aos padrões aceitos pela sociedade – declara o titular da 108ª DP e coordenador da operação, delegado Claudio Batista Teixeira.

Fonte: PCERJ

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.