Polícia Civil deflagra operação contra quadrilha especializada em fraudes bancárias

Os investigados foram indiciados pelos crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e estelionato.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), por meio da Delegacia de Combate ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (DCOC-LD), deflagrou, na manhã desta quinta-feira (04), a Operação Véritas contra uma das maiores organizações criminosas de fraudes bancárias atuantes dentro e fora do Estado do Rio de Janeiro. A ação conta com o apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Até o momento, nove pessoas foram presas.

A ação tem o objetivo de cumprir 15 mandados de prisão e 17 de busca e apreensão, além do bloqueio judicial de aproximadamente R$ 13,5 milhões entre contas bancárias e carteiras de criptomoedas dos suspeitos e das empresas envolvidas, e sequestro de bens de alto valor.

De acordo com as investigações, o grupo criminoso realiza saques fraudulentos se passando por clientes, muitos dos quais idosos, mediante o desvio de cheques e recebimento indevido de pensões, ocasionando prejuízos milionários aos bancos e seus clientes. Funcionários de instituições bancárias são apontados como integrantes da quadrilha.

Segundo os policiais, os envolvidos acumularam riqueza e patrimônio incompatível com suas capacidades. Os investigados foram indiciados pelos crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e estelionato.

Fonte: Ascom PCERJ

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.