Foto: Reprodução

Polícia Civil cumpre mandados de busca para apurar fraudes em hospitais particulares de Petrópolis

Os agentes apreenderam documentos e bens de luxo.

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), por meio da 106ª DP (Itaipava), desencadeou, nesta quinta-feira (03), uma operação para cumprir cinco mandados de busca em condomínios de luxo na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, da capital do Rio; Teresópolis e Petrópolis, na Região Serrana; e em Cabo Frio, na Região dos Lagos. A ação teve como objetivo apurar fraudes na saúde, cometidas por gestores de hospitais. Os agentes apreenderam documentos e bens de luxo.

De acordo com as investigações da 106ª DP, várias fraudes foram praticadas pelos gestores de hospitais particulares de Petrópolis. Por conta do crime, um dos hospitais ficou praticamente sem funcionar. As investigações apontaram movimentações milionárias atípicas e não justificadas. Há indícios de que os gestores desses hospitais tenham participado de fraudes em uso de leitos e UTIs por parte do SUS, já que as unidades de saúde são conveniadas ao município.

As investigações vão continuar para identificar supostos agentes públicos envolvidos no esquema.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também

Petrópolis recebe vacinas CoronaVac e Oxford/Astrazeneca do Governo Estadual

As doses de CoronaVac são destinadas à aplicação da segunda dose do esquema vacinal pendente. O lote de Oxford/AstraZeneca também deve ser usado exclusivamente para segundas doses, mas direcionadas ao grupo de pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente e outras pendências de segundas doses para essa vacina.