Polícia Civil combate uma quadrilha que contrabandeava cigarros

Além dos 12 mandados de busca e apreensão, foi pedido à Justiça o bloqueio de até R$ 10 milhões em contas bancárias
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Policiais civis da Delegacia de Combate às Organizações Criminosas e à Lavagem de Dinheiro (Dcoc-LD), com apoio da Delegacia de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (DCC-LD) e da Polícia Civil de São Paulo, realizam nesta terça-feira (19) a Operação Nicot contra uma quadrilha que explora o contrabando de cigarros. Ao todo, são 12 mandados de busca e apreensão, sendo nove no estado de São Paulo e outros três no Rio de Janeiro.

O bloqueio das contas bancárias dos investigados, pessoas físicas e jurídicas, no montante de até R$ 10 milhões, também foi pedido, bem como demais valores apreendidos durante o cumprimento dos mandados, incluindo o sequestro de automóveis e lanchas.

A investigação apura os crimes de lavagem de dinheiro, receptação qualificada e falsidade ideológica da organização criminosa. A apuração teve início em 2017, quando os envolvidos foram presos em flagrante enquanto transportavam uma grande quantidade de cigarros contrabandeados em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio.

Segundo a Dcoc-LD, os integrantes da quadrilha utilizam empresas de fachada, no mercado de serviços de mudança, para ocultar valores provenientes diretamente do contrabando de cigarros.

Fonte: Governo do Estado do Rio

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.