Polícia Civil autua sete pessoas por exercício ilegal da medicina em Duque de Caxias

Sete pessoas foram autuadas por exercício ilegal da medicina.

Policiais civis da Delegacia do Consumidor (Decon), dando sequência às ações da Operação Semana do Consumidor, foram, nesta quarta-feira (17/03), ao município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, onde encontraram estabelecimentos que utilizavam optometristas – profissionais responsáveis pela avaliação primária da saúde visual – para desempenhar o trabalho de oftalmologistas. Sete pessoas foram autuadas por exercício ilegal da medicina.

A ação contou com o apoio do Procon-RJ. A Decon encontrou, ainda, outras irregularidades nos estabelecimentos visitados.

Bons exemplos


Também nesta quarta-feira, a Delegacia do Consumidor realizou uma fiscalização em um hospital particular, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. No local, foram vistoriados os medicamentos, que estavam todos dentro do prazo de validade e respeitando as temperaturas de armazenagem e a forma de acondicionamento.

Segundo o delegado André Neves, titular da Decon, chegar a um estabelecimento sem irregularidades é um resultado muito positivo.

– Nosso objetivo não é apenas punir, mas fiscalizar se as normas estão sendo cumpridas. Seria ótimo se deparássemos com situações como essa mais vezes – explica.

Fonte: Ascom PCERJ

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também