Foto: Reprodução

Polícia Civil autua por maus-tratos homem que arrastou cavalo em Duque de Caxias

O animal sofreu mais de 50 fraturas e precisou ser sacrificado.

Policiais civis da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) autuaram o homem que arrastou um cavalo por dois quilômetros, na madrugada desta sexta-feira (30/04), em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O animal sofreu mais de 50 fraturas e precisou ser sacrificado. Ele foi autuado, nesta sexta-feira, por maus-tratos a animais com aumento de pena pela morte do cavalo.

Os agentes foram acionados, na manhã desta sexta-feira, pela Secretaria do Meio Ambiente e de Proteção ao Animal do Município de Duque de Caxias. Imediatamente, equipes foram para o local e conseguiram identificar a placa do veículo e obtiveram informação de que o veículo fazia entregas para uma grande rede de lojas varejistas.

Os policiais foram até o galpão dessa rede de lojas e conseguiram identificar o responsável pelo carro, que, por sua vez, revelou quem dirigia o automóvel. Diligências foram realizadas e o homem foi localizado na frente da sua casa. Ele foi levado à delegacia, confessou que havia arrastado o animal e foi liberado.

O caso foi encaminhado ao Juizado Especial Criminal (JECRIM).

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também