Créditos: Gladstone Lucas/Serrano

Polícia abre inquérito sobre jogo do Serrano, após imagens de jogadores do Goytacaz jogando a bola desnecessariamente para escanteio viralizarem

No dia seguinte a partida, a diretoria afastou o zagueiro Daniel Costa e o meia William Pereira.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O jogo do Serrano contra o Goytacaz na última quarta-feira (22), que terminou com vitória da equipe petropolitano por 1 a 0, se tornou caso de polícia. Nessa segunda-feira (27), a Delegacia do Consumidor do Rio de Janeiro determinou que fosse feita uma abertura de inquérito com o objetivo de apurar as condições em que a partida foi realizada. Alguns vídeos de escanteios cedidos por atletas da equipe campista viralizaram na internet.

O presidente do time, Dartagnan Fernandes, foi intimado para prestar esclarecimentos, pelo Delegado Ricardo Barboza de Souza. O propósito é saber quais medidas estão sendo tomadas. No dia seguinte a partida, a diretoria afastou o zagueiro Daniel Costa e o meia William Pereira, por suspeita de estarem jogando a bola para escanteio desnecessariamente.

Os lances aconteceram no segundo tempo, aos 28 minutos e nos acréscimos. No mesmo dia, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), solicitou ao Tribunal de Justiça Desportiva abertura de procedimento investigatório, a pedido do Goytacaz.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.