Um cabo da Polícia Militar morreu após ser baleado durante um confronto, na manhã desta terça-feira, no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, Zona Norte do Rio. Mauro Firmino, de 35 anos, era lotado no 41º BPM (Irajá) e estava de serviço quando foi atingido na barriga.

Nas redes sociais, moradores da região relataram o intenso tiroteio na comunidade. “Muito tiro”, escreveu uma internauta. “Já tem quase duas horas”, comentou outro. “Eu moro bem afastado e mesmo assim os tiros parecem perto”, disse mais um.

De acordo com a PM, o batalhão de Irajá recebeu ligações do serviço 190, dando conta que criminosos armados estariam na localidade. Quando os militares chegaram ao local, houve um intenso tiroteio que começou na área urbanizada e se estendeu até a mata. Na ação, o cabo foi ferido no abdômen e não resistiu ao ferimento.

Ainda segundo a corporação, um suspeito foi morto e com ele, foi apreendido um fuzil. A Polícia Militar informou que o 2º CPA (Comando de Policiamento de Área) ocupa o Juramento por tempo indeterminado.

Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte do cabo. Ele estava na corporação há nove anos, era solteiro e não tinha filhos. Ainda não há informações sobre o velório e enterro do agente.

Sobe para 83 o número de PMs mortos no Estado somente este ano. Neste domingo, o cabo Adriano Góes Lisboa, de 36 anos, foi morto após uma briga no trânsito em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Fonte: ODIA