Plano Inverno: Drone da Defesa Civil sobrevoa o Alcobacinha a pedido do Parnaso

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias continua trabalhando em conjunto com os órgãos ambientais no monitoramento das áreas vulneráveis aos incêndios florestais na cidade. Nesta quarta-feira (11.06), a pedido da brigada do Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), foi realizado o sobrevoo com o drone no Alcobacinha. As imagens geradas pelo equipamento serão disponibilizadas aos brigadistas do Parnaso, que fazem o mapeamento e os estudos necessários da região. A ação faz parte do eixo operacional do Plano Inverno de Petrópolis 2018, organizado pela prefeitura, que busca reduzir o número de casos de incêndios florestais na cidade, além de estabelecer um plano de ação para agilizar a resposta às ocorrências.

Desta maneira, a Defesa Civil encerra o calendário de operações preventivas aos incêndios florestais com o auxílio do equipamento. O trabalho também foi realizado em Araras, Secretário, Brejal, Bonfim e Caxambu. Apesar disso, a ferramenta permanece disponível para os órgãos ambientais e para o Corpo de Bombeiros em caso de incêndios florestais. O sobrevoo com o drone permite que os brigadistas e militares tenham acesso aos detalhes nas regiões de mata fechada.

“Seguimos à disposição, não apenas com o drone, mas também com a nossa brigada de combate aos incêndios florestais. O trabalho antecipado e organizado busca reduzir o número de ocorrências deste tipo na cidade. Esperamos conseguir bons resultados com as ações em conjunto”, explica o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz.

Em 2014, um incêndio florestal de grande proporção consumiu 1.840 hectares da área do Parque Nacional, o equivalente a 9,2% de toda a unidade de conservação. Segundo dados do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), essa foi a maior queimada registrada desde a criação da unidade, em 1939. A pedido da brigada operacional do parque, a Defesa Civil sobrevoou o drone em três regiões: Bonfim, Caxambu e Alcobacinha.

“As queimadas são comuns no Caxambu e atingem também o Alcobacinha, por causa do grande número de agricultores dessa região. No mesmo dia em que realizamos a operação no Bonfim, solicitamos o sobrevoo também nessas áreas, que são de grande preocupação nossa. O trabalho antecipado é importante, permitindo que a gente faça um histórico de imagens”, explica Gabriel Cattan, Analista Ambiental do Parnaso, elogiando a parceria com a Defesa Civil.

Dados do 15° Grupamento de Bombeiro Militar comprovaram a eficácia do trabalho antecipado realizado na cidade, que começou no ano passado: foram registrados 116 casos de fogo em vegetação contra 258 em 2016. O trabalho preventivo estabelece ações de resposta para agilizar o atendimento às ocorrências e minimizar os efeitos das queimadas.

“Com o trabalho em conjunto, podemos estudar os locais e ver, antecipadamente, como devemos atuar para combater um incêndio que venha atingir uma área de difícil acesso. Estes estudos são importantíssimos e vêm a contribuir demais com os nossos planos, que já obtiveram resultados excepcionais no ano passado”, destaca Paulo Renato.

Além do trabalho operacional antecipado e de resposta, estão sendo realizadas ações dentro do eixo humanitário do Plano Inverno 2018 de Petrópolis, em conjunto com a Secretaria de Assistência Social (SAS). A primeira delas foi uma campanha de doação de sangue, realizada no dia 5 de junho, em apoio ao banco que fica no Hospital Santa Teresa. Além disso, permanece a campanha de arrecadação de agasalhos e cobertores. Uma barraca está montada na Praça Dom Pedro e segue até a próxima sexta-feira, dia 13 de julho, mesma data em que acontece uma Festa Julina solidária na sede da Defesa Civil encerrando as doações.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.