Planejamento e participação social em discussão Conferência da Cidade

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Potencializar a participação social na discussão de assuntos referentes ao planejamento da cidade com a utilização de ferramentas modernas de comunicação – como a internet–democratizando a participação da sociedade e aumentar o alcance das discussões sobre o assunto são pontos que serão apresentados pelo arquiteto e urbanista Vicente de Paula Loureiro na palestra da 8ª Conferência Municipal da Cidade– 2019, que acontece dia 27, na sala Arthur Sá Earp, da FMP/Fase, na Av. Barão do Rio Branco, 1.003 – Centro. A abertura está marcada para as 19h. 

“É fundamental valorizarmos a participação da sociedade dentro do planejamento da cidade, aliando aspectos comportamentais de população à construção concreta da cidade. E hoje as ferramentas para disseminação de ideia mudaram e é importante para o planejamento da cidade que estes instrumentos sejam utilizados. É esta discussão que vamos levantar”, aponta o arquiteto e urbanista, Vicente Loureiro. 

O palestrante destaca que o capital humano e social, com foco no interesse público, é fundamental na construção de uma cidade. “Mais do que a participação sob o aspecto partidário, é necessário que haja uma participação cidadã de fato na discussão dos assuntos referentes ao planejamento e a construção da cidade. Petrópolis tem características muito peculiares, que devem ser valorizadas”, afirma. 

A conferência é organizada pelo governo municipal, por meio da Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica (CPGE) e pelo Conselho Municipal da Cidade – Comcidade. Interessados em participar do evento podem fazer a inscrição preenchendo desde já um formulário disponível no site da prefeitura ( www.petropolis.rj.gov.br ). Na página principal, basta clicar em “8ª conferência da Cidade-2019” e preencher o formulário com dados pessoais. As inscrições também podem ser feitas no dia do evento a partir das 18h no auditório da Faculdade Arthur Sá Éarp . 

“A conferência é uma oportunidade que a sociedade tem de ajudar o município a definir os rumos da cidade, participando de suas políticas e contribuindo para transformar a cidade em um território de maior igualdade e sustentabilidade”, destaca o coordenador de Planejamento e Gestão Estratégica, Dalmir Caetano. 

A discussão com a sociedade é um instrumento importante no processo de tomada de decisões sobre as políticas executadas pelo município em áreas como habitação, mobilidade urbana e transporte, saneamento ambiental e planejamento territorial. “É fundamental que governo e sociedade participem da discussão, para que seja possível pautar o que deve ser feito nos próximos anos para o melhor desenvolvimento da nossa cidade”, completa. 

Na Conferência também serão eleitos os representantes da sociedade civil que irão integrar o Conselho da Cidade (Comcidade), que este ano será presidido pela sociedade civil. Um dos objetivos do Conselho da Cidade é viabilizar o debate em torno das políticas urbanas. Ele é composto por diversos segmentos da sociedade – ONGs, movimentos populares, entidades profissionais, acadêmicas e sindicais desde que já participem de outro Conselho Municipal, além de representantes do poder público, permitindo, desta forma, a participação da sociedade civil no processo de tomada de decisões. O Comcidade tem 29 cadeiras destinadas à sociedade civil – uma para cada Conselho. Cada um deles pode indicar até três representantes. Esta participação é muito importante uma vez que este ano o Comcidade será presidido pela sociedade civil 

Vicente de Paula Loureiro é arquiteto e urbanista, formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Silva e Souza (1977) e Pós-graduado em Gerente de Cidades pela FAAP (Fundação Álvares Penteado de São Paulo), em 2002. 

Exerceu, durante 8 anos, cargos de Secretário ou Subsecretario de Estado do Rio de Janeiro e, durante 14 anos, cargos de Secretário Municipal de Nova Iguaçu, Petrópolis, Barra Mansa e Paracambi.Entre suas principais realizações estão os Planos Diretores de Desenvolvimento Urbano de Nova Iguaçu e Volta Redonda; o Plano Diretor de Iluminação Pública do Rio de Janeiro; o Plano Estratégico da Cidade de Nova Iguaçu; o Projeto de Readequação do Plano Ferroviário da Cidade de Barra Mansa; e Projeto de Implantação e Extensão da Via Light. 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.