© Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Pix passará a ter limite de R$ 1 mil no período noturno, diz Banco Central

Segundo o BC, a medida visa evitar golpes e fraudes.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Banco Central (BC) anunciou nesta sexta-feira (27) algumas mudanças para aprimorar a segurança do meio de pagamento. Entre as medidas anunciadas, o Pix passará a ter um limite de transação de R$ 1 mil no período entre 20h e 6h para pessoas físicas e Microempreendedores Individuais (MEIs).

O limite na transação vale também para transferências entre contas do mesmo banco, cartões de débito e liquidação de TEDs.  

Além disso, bancos e outras instituições financeiras agora terão prazo mínimo de 24 horas e máximo de 48 para efetivar um pedido do usuário para aumento do limite de transações por Pix, boleto, TEDs e DOCs e cartões de débito.  

Outra medida anunciada pelo BC é a determinação de que as instituições financeiras ofereçam aos clientes a possibilidade de escolher limites de transação diferentes para o dia e para a noite.

O BC também anunciou que as instituições deverão possibilitar que os clientes cadastrem previamente contas que poderão receber o Pix acima dos limites estabelecidos previamente. Essa possibilidade seria útil para alguém que não deseja ter limites para transferir dinheiro entre duas contas em seu próprio nome. 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.