Petrópolis vai cobrar dos governos Federal e Estadual distribuição proporcional de vacinas contra a Covid-19

A Prefeitura de Petrópolis informou neste sábado (06/02), que está cobrando dos governos Federal e Estadual, a distribuição proporcional das vacinas contra o Coronavírus aos municípios. Segundo o comunicado enviado a imprensa, o pedido será feito pessoalmente durante a próxima semana em reuniões agendadas em Brasília e no Rio de Janeiro, com o objetivo de permitir que todos os municípios avancem simultaneamente na campanha de vacinação.

Segundo o executivo, a entrega de quantidades maiores às capitais permitiu que, nessas regiões, os idosos já começassem a ser vacinados. Petrópolis, até o momento, recebeu 9 mil doses de vacinas, o que representa 33% do total necessário para a vacinação do público prioritário previsto na primeira etapa dos trabalhos.

“Temos um grande número de idosos em Petrópolis e eles são prioridade nesta campanha. Esperamos, durante a semana, conseguir anunciar o início desta nova etapa, com a abertura do primeiro drive thru para vacinar os idosos. Queremos definir um calendário de vacinação mas, para isso, precisamos que o Estado faça a divisão proporcional das vacinas. Hoje estamos trabalhando no escuro, sem conseguir prever quantas vacinas vamos receber. Essa distribuição proporcional é necessária . É o justo com toda a população fluminense”, afirmou o prefeito interino Hingo Hammes.

O secretário de Saúde Aloisio Barbosa lembrou que toda a equipe da secretaria vem se empenhando no trabalho. “Estamos, neste momento, trabalhando para concluir a vacinação de trabalhadores de unidades de saúde e fazendo as contas porque muitos trabalham também em outros municípios e já tomaram a vacina em outras cidades. Acreditamos que, com as remessas que já temos, seja possível acabar de vacinar estes profissionais e avançar o quanto antes para a vacinação dos idosos. Hoje o que mais nos preocupa é que as remessas de vacina que estamos recebendo são insuficientes para cobrir todo o público previsto na primeira fase da campanha”, pontua.

A partir da próxima quarta-feira (10), a Campanha de Vacinação contra a Covid-19 entrará em uma nova etapa na cidade, quando será iniciada a aplicação da segunda dose da vacina da Coronavac ao público prioritário, vacinado na primeira etapa. O calendário desta etapa seguirá a mesma sequência anterior para imunizar os profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate ao coronavírus, idosos acima de 60 anos residentes em instituições de longa permanência e maiores de 18 anos que vivem em residências inclusivas. Ao mesmo tempo, nossas equipes estarão vacinando os trabalhadores da saúde, tanto nas unidades hospitalares como nas instituições de longa permanência, que não foram contemplados na primeira etapa.

Um ponto fixo também será montado no Hospital Municipal Nelson Sá Earp (HMNSE). Uma equipe de enfermagem ficará no hospital para atender trabalhadores das UBS’s e PSF’s que por algum motivo não puderam ser vacinados nas suas unidades de origem”, explicou Aloisio Barbosa. Para serem vacinados no HMNSE, os trabalhadores precisam apresentar documento com foto que comprove o vínculo com a unidade.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também