O prefeito Bernardo Rossi conquistou para Petrópolis R$ 9,2 milhões para obras de contenção, de pavimentação, de reforma de quadras esportivas e em pontos turísticos da cidade. Os recursos são frutos de articulação para obter sete emendas parlamentares feitas pelos deputados Cristiane Brasil (PTB), Marcos Soares (DEM) e Sérgio Zveiter (Podemos), além da captação de verbas direto com o governo federal. Desses recursos, quase R$ 1 milhão já foi liberado para a cidade investir na Rua 1º de Maio, na Castelanea. As demais verbas aguardam projetos executivos para serem liberados. O município ainda entra com mais R$ 545 mil em contrapartidas, totalizando quase R$ 9,8 milhões em investimentos.

O recebimento desses recursos é possível graças ao trabalho intenso feito pela prefeitura para quitar e parcelar débitos federais, o que permitiu que o município deixasse o CAUC (Cadastro Único de Convênios), uma espécie de “SPC dos municípios”.

“A cidade precisa de investimentos nesse momento de austeridade e essas emendas são uma forma de iniciar a caminhada nesse sentido. São quase R$ 10 milhões que serão transformados em obras pela cidade, movimentando a economia do nosso município, melhorando os equipamentos e espaços públicos. E é por isso que nós agradecemos quem destina recursos para Petrópolis em um momento tão necessário como esse”, diz o prefeito Bernardo Rossi.

Contenção de encostas

Duas das emendas são para obras de contenção e drenagem: na Rua 1º de Maio, na Castelanea, e na comunidade Vai Quem Quer, no Vital Brasil. Juntas, elas vão representar um investimento de R$ 1,7 milhão do Ministério das Cidades e ainda terão um acréscimo de R$ 140 mil por parte do município. A Caixa já liberou a verba para a primeira intervenção, que vai beneficiar 350 famílias que moram em partes muito íngremes, com alto risco de deslizamento.

“É a sequência do nosso trabalho em relação a contenção de encostas. Temos buscado verbas para poder realizar obras no município e essas emendas são muito importante para dar segurança e tranquilidade aos petropolitanos”, afirma o secretário de Obras, Ronaldo Medeiros.

Também foram destinadas verbas para fazer a pavimentação no Centro Histórico. Com elas, a cidade vai captar R$ 1,2 milhão e vai acrescer R$ 53 mil. A Secretaria de Obras está trabalhando nos projetos executivos para que o montante seja repassado ao município.

Turismo

O Palácio de Cristal receberá o maior volume de recursos. Foram destinados R$ 1,2 milhão para substituição da parte hidráulica e elétrica do palácio; além de modernização da iluminação e revisão estrutural do segundo atrativo turístico mais visitado da cidade (atrás apenas do Museu Imperial). O município ainda vai entrar com mais R$ 129 mil.

Outros atrativos turísticos como os pórticos do Bingen e do Quitandinha, a Praça 14 Bis e Itaipava vão ganhar pontos de iluminação, o que vai permitir alavancar o turismo noturno na cidade. Para isso, serão injetados R$ 284 mil  pelo governo federal, com contrapartida de R$ 11 mil do município.

“Essas emendas vão valorizar alguns dos nossos mais importantes atrativos turísticos. O Palácio de Cristal terá reformas estruturais e vamos reforçar o turismo da nossa cidade com o incremento de mais uma modalidade. Precisamos trabalhar para que os visitantes passem mais tempo por aqui e, com a iluminação desses pontos, vamos atrair para que ele fique por aqui à noite também”, fala o secretário de Turismo, Marcelo Valente.

Reforma de quadras

O Ministério do Esporte vai destinar verbas para reforma de oito quadras. Elas ficam em Taquara, Cascatinha, Madame Machado, Bairro da Glória, Amazonas, Vale do Carangola, Vila São José e Oswaldo Cruz. Juntas, representam R$ 3,9 milhões de investimento federal. A cidade ainda aportará R$ 202 mil.

O esporte da cidade ainda verá a aplicação de R$ 780 mil (mais R$ 7,9 mil pelo município) para implantação e modernização de infraestrutura para esporte nas escolas.

“Essas quadras vão proporcionar às comunidades a possibilidade de desenvolver o esporte nesses locais. Essas reformas vão permitir que a quadra seja melhor usada pelos moradores e até mesmo por alunos de escolas próximas”, ressalta o superintendente de Esporte e Lazer, Hingo Hammes.