Ampliando as estratégias de proteção contra a Febre Amarela, o município irá abrir 15 unidades de saúde no sábado (03.02) para o ‘Dia D’ da campanha estadual de combate à doença. Petrópolis é um dos poucos municípios do Estado do Rio a ter 82% da população imunizada. De março de 2017 a fevereiro de 2018 foram aplicadas 198 mil doses. O ‘Dia D’ será a oportunidade para que idosos, gestantes e mulheres que amamentam se vacinem contra a Febre Amarela.

Estarão abertos, de 8 às 17h, três Postos de Saúde da Família, oito Unidades Básicas de Saúde, o Hospital Alcides Carneiro, Ambulatório Escola, Sala de Vacinação da Epidemiologia (ao lado do Hospital Municipal Nelson de Sá Earp) e o Centro de Saúde. A Secretaria de Saúde também fará ações volantes nos bairros do Brejal, Secretário, Boa Esperança, Vale das Videiras, Bonfim, Caxambu e Fazenda Inglesa, reforçando o cinturão verde de imunização também realizado pelo município em 2017.

A expectativa da prefeitura é vacinar 100% da população. Devido ao novo protocolo de imunização apresentado pelo Estado, há ainda aproximadamente 5 mil mulheres entre gestantes e que estão amamentando, além de 42 mil idosos que devem ser vacinados.

“Neste sábado as equipes da Saúde farão uma busca ativa nesses sete bairros que são considerados rurais ou de mata fechada para verificar quem ainda não tomou a vacina e imunizar. Nossa meta é vacinar os idosos e as gestantes que estão no novo protocolo. A vacina em Petrópolis garante a proteção para vida toda, não é fracionada e estamos trabalhando para que a população possa se vacinar com tranquilidade”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

Ao contrário das 15 cidades do Estado que terão que fracionar as doses, com proteção por até oito anos, em Petrópolis continuará sendo aplicada a dose única, de 0,5 ml, preconizado pela Organização Mundial da Saúde para proteção para a vida toda contra a doença. O novo protocolo de imunização contra a doença que passa a vacinar a população a partir dos 9 meses de vida incluindo idosos, gestantes e mulheres que amamentam. Para se vacinar é preciso apresentar documento de identificação e menores de 18 anos a caderneta de vacinação.

O secretário de Saúde, Silmar Fortes, reforça que o município não deixará de oferecer as vacinas após a campanha do Dia D. As ofertas das doses estão ocorrendo como forma de rotineira diariamente em 15 unidades de Saúde.

“O nosso município segue sem nenhum petropolitano contaminado por Febre Amarela. Queremos manter esses índices. Para isso, a população precisa se vacinar. Há doses o suficiente em estoque para proteger a nossa população. Mas reforçamos que a dose está sendo oferecida diariamente em 15 unidades de saúde, então quem não conseguir participar do dia D, pode se vacinar durante a semana”, disse Silmar Fortes.

Levantamento realizado pela Vigilância Epidemiológica, apontou que Petrópolis conta com 82% da população já protegida contra a Febre Amarela. O percentual subiu após o levantamento que avaliou as pessoas vacinadas no município desde 1998. Na campanha iniciada em março de 2017 até fevereiro de 2018 foram aplicadas 198 mil doses

Contraindicação da vacina

A vacina possui contraindicações absolutas para os menores de nove meses, pacientes com imunossupressão (pessoas em tratamento de quimioterapia, radioterapia, ou com uso de corticoide, por exemplo), e pessoas soropositivas.

“Pessoas com mais de 60 anos, gestantes, mulheres que estão amamentando em todos os municípios devem se vacinar considerando o risco de adoecer a que estão submetidas. Hoje há circulação do vírus no estado então se deve considerar a vacinação. Se não houver contraindicação clínica, a recomendação é que se vacine toda a população de mais de nove meses de idade, incluindo gestantes, mulheres amamentando e pessoas com HIV cujo sistema imunológico não esteja comprometido”, afirmou o subsecretário de estado de Vigilância em Saúde, Alexandre Chieppe.

Confira a lista de contraindicação:

  • Crianças menores de nove meses de idade;
  • Pessoas com imunodeficiência primária ou adquirida (HIV Positivo);
  • Pessoas em tratamento com quimioterapia, radioterapia, corticoides;
  • Pessoas em uso de medicações anti-metabólicas ou medicamentos modificadores do curso da doença (Infliximabe, Etanercepte, Golimumabe, Certolizumabe, Abatacept, Belimumabe, Ustequinumabe, Natalizumabe, Canaquinumabe, Tocilizumabe, Ritoximabe entre outros terminados com MOMAB, XIMAB, ZUMAB ou UMAB;
  • Transplantados de órgãos e indivíduos com doença oncológica.
  • Pessoas que já apresentaram reação de hipersensibilidade grave ou doença neurológica;
  • Pessoas com história pregressa de doença de timo (miastenia gravis, timoma), Lúpus, Doença de Addison e Artrite Reumatoide;
  • Pessoas com doenças hematológicas que cursam com imunodeficiência (aplasia de medula, anemia aplástica).

Lista dos postos de Saúde e demais locais de vacinação no Dia D:

*Atendimento de segunda a sexta-feira de 8h às 17h – Com intervalo de 1 hora de almoço

 

– Centro de Saúde Coletiva – Rua Santos Dumont, S/Nº

– PSF Alto da Serra – Rua Teresa, 2.024 (Praça Miguel Couto)

– PSF São Sebastião – Rua São Sebastião nº 625

– UBS Alto Independência – Rua Ângelo João Brand s/n

– UBS Quitandinha – Rua General Rondon nº 400

– Ambulatório Escola –  Rua Hívio Naliato nº 169

– UBS Itamarati – Rua Bernardo Proença nº 32

– Hospital Alcides Carneiro – Rua Vigário Corrêa, 1.345

– UBS Morin – Rua Pedro Ivo, nº 81 – Morin

– UBS Itaipava – Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues s/n

– UBS Pedro do Rio – Estrada União e Indústria s/n

– PSF Posse – Estrada União de Indústria nº 33.530

– Coordenação Epidemiologia – Hospital Municipal Nelson de Sá Earp Rua Paulino Afonso, 455

– UBS Mosela – Rua Mosela nº 744

– UBS Retiro – Av. Barão do Rio Branco s/n

 

Ações Volantes

De 8 às 17h nos bairros do Brejal, Secretário, Boa Esperança, Vale das Videiras, Bonfim, Caxambu e Fazenda Inglesa.