Petrópolis | Secretaria de Assistência Social contra psicólogos

Outras áreas também estão com vagas abertas para contratação emergencial.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Secretaria de Assistência Social (SAS) irá contratar psicólogos para atender a população atingida pelas chuvas. O município fez um trabalho junto aos reitores das universidades de Petrópolis para indicação de psicólogos e assistentes sociais recém-formados na cidade para suprir a demanda identificada nos pontos de apoio.

“O trabalho desses profissionais é essencial nesse momento. O trauma que eventos como esse causam pode ter consequências consideráveis em cada indivíduo. Estamos abrindo um cadastro para contratação emergencial para suprir a demanda que é grande nesse momento”, pontua o prefeito Rubens Bomtempo.

Foram contactadas a Universidade Católica de Petrópolis (UCP), Universidade Estácio de Sá (Unesa), UNOPAR e UNIFASE. Serão contratados 60 profissionais psicólogos e 60 assistentes sociais para atuação direta nos pontos de abrigamento. Em média, 800 pessoas têm permanecido nos pontos de acolhimento por dia. Nesses locais as famílias recebem atendimento psicossocial, através da SAS, além de todas as refeições (café da manhã, almoço, lanche e janta).

Vagas disponíveis para contratação emergencial da SAS

Segundo o diretor de gestão da SAS, Guilherme Carvalho, mais de 40% das vagas ofertadas já foram preenchidas e as equipes estão sendo montadas para atuação em cada ponto de acolhimento. A intenção é formar grupos com quatro profissionais para atendimento da demanda que aumenta diariamente. Eles atuarão na triagem qualificada, identificando as necessidades e agilizando os trabalhos. “Temos que pensar nas famílias dando suporte emergencial e depois continuar os atendimentos. A Assistência Social tem um papel importante no suporte dessas pessoas tanto agora quanto no pós-tragédia. É um trabalho que vai durar meses e precisamos de todo apoio técnico possível”, explicou.

As vagas disponíveis são para as seguintes ocupações:
Psicólogos e Assistentes Sociais precisam comparecer na secretaria de Assistência Social no Centro Administrativo da Prefeitura, na Av. Barão do Rio Branco, 2.846 para cadastro presencial, munidos de registro no Conselho Profissional (carteira profissional ou certidão), PIS, RG, CPF, comprovante de residência, dados bancários.

Já para as vagas de Auxiliar de Serviços Gerais (https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfryssKYovPzHe2HYE9KYhfbfOIYEDEOqUllGIwri_Xkfx2Aw/viewform ) e Orientador Social (https://forms.gle/KbGMXf8mHTVsFtqn7 ) é necessário o preenchimento do cadastro (links acima) para posterior seleção e efetivação do contrato emergencial de trabalho.

A SAS destaca ainda um chamamento para contratação de 30 entregadores (“motoboy”) que darão apoio aos serviços nos pontos de apoio. Para esse público a orientação é que os interessados procurem a Assistência Social no Centro Administrativo da Prefeitura, na Av. Barão do Rio Branco, 2.846 – Centro.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.