Reprodução da internet / Página do festival no Facebook

Petrópolis recebe pela primeira vez Festival Villa-Lobos Sesc Quitandinha será o palco de concertos que homenageiam os compositores Claudio Santoro e Francis Hime

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Pela primeira vez em seus 57 anos, o Festival Villa-Lobos ultrapassa a fronteira do Rio de Janeiro e chega à cidade serrana de Petrópolis, onde realiza concertos de música de câmara. Com realização do Museu Villa-Lobos e Sarau, o festival acontece entre os dias 14 e 17 de novembro no SESC Quitandinha e em outros espaços. A entrada é gratuita.

Os homenageados desta edição são os compositores Claudio Santoro (1919-1989), na celebração do centenário de seu nascimento, e Francis Hime, que comemora 80 anos de vida em plena atividade. “É um privilégio para o Brasil contar com artistas tão criativos e representativos da diversidade cultural nacional, e o Festival Villa-Lobos tem como uma de suas principais missões celebrar a vida e a obra dessas grandes figuras da música brasileira”, exalta o diretor artístico Marcelo Rodolfo.

Entre as principais atrações da programação, a Real Banda Euterpe Friburguense, banda civil mais antiga do Brasil em funcionamento ininterrupto, sobe ao palco do lago para apresentação no sábado (16), às 14h. O conjunto de 53 músicos, que foi assistido por Villa-Lobos está completando 150 anos e prepara um programa com músicas de Adoniran Barbosa, Consuelo Velasquez, Gilberto Gil, Nilo Mendez e Tom Jobim, com regência do maestro Nelson José da Silva Neto.

Já no domingo (17), às 14h, a Camerata de Violões de Três Rios, formada por 60 integrantes com idades que vão dos 10 aos 70 anos e conduzida pelo maestro Felipe Carretiero, criador e arranjador do grupo, apresentará um repertório popular, que inclui obras de Raul Seixas, Zé Ramalho e Marisa Monte, entre outros.

Também na unidade do Sesc RJ serão realizados concertos da série Mestres em Cena, com homenagens a Villa-Lobos e Claudio Santoro ao longo da programação. No dia 17, às 11h, a escritora Conceição Campos e sua personagem Livramento contam histórias da vida e da obra de Paulo César Pinheiro. O encerramento está marcado para às 16h.

Abaixo, a programação completa:

 

14 DE NOVEMBRO

20h | Mestres em Cena

Quinteto Villa-Lobos

Abertura do Núcleo Pedagógico

Local: Sesc Quitandinha | Café Concerto

 

15 DE NOVEMBRO

15h30 | Núcleo Acadêmico

Palestra com Andrea Adour – Africanas no Guia Prático de Villa-Lobos.

Local: Sesc Quitandinha | Sala da Torre

 

16 DE NOVEMBRO

14h | Palco no Lago

Orquestra Filarmônica Euterpe Friburguense

Local: Sesc Quitandinha

 

15h30 | Núcleo Acadêmico

Palestra com César Buscacio e Virgínia Buarque – Lançamento do livro Humanismo, Marxismo e Música no Diário de Viagem de Carlota Santoro (1954-1955).

Local: Sesc Quitandinha | Sala da Torre

 

20h | Mestres em Cena

Local: Sesc Quitandinha | Café Concerto

 

17 DE NOVEMBRO

11h | Contação de Histórias

“Livramento apresenta: Tem história na canção”

A escritora Conceição Campos e sua personagem Livramento contam histórias da vida e da obra de Paulo César Pinheiro.

Local: Sesc Quitandinha | Biblioteca

 

14h | Palco no Lago

Camerata de Violões de Três Rios

Local: Sesc Quitandinha – Quitandinha

 

16h | Núcleo Pedagógico

Final do Concurso de Música de Câmara e encerramento do Núcleo Pedagógico – Série Mestres em Cena: encerramento e premiação do concurso.

Local: Sesc Quitandinha | Café Concerto

 

SERVIÇO:

57º Festival Villa-Lobos

14 a 17 de novembro

Av. Joaquim Rolla, 2 – Quitandinha

Informações: (21) 4020-2101

Entrada franca

Crédito da foto: Reprodução da internet / Página do festival no Facebook

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.