Petrópolis recebe mais 3.650 doses de vacinas Oxford/AstraZeneca

Saúde já vacinou 9.290 pessoas e 4.307 concluíram a imunização com 2ª dose.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Petrópolis recebeu mais um lote de vacinas na manhã da última quinta-feira (25). São mais 3.650 vacinas Oxford/AstraZeneca enviadas pela Secretaria de Estado de Saúde. Com essas, Petrópolis chega as 15.710 doses recebidas da vacina – levando em conta apenas remessas para primeira dose, considerando as vacinas Oxford/Astrazenica e CoronaVac. Até a tarde de quarta-feira (24.02), a Secretaria de Saúde havia vacinado 9.290 pessoas que fazem parte do grupo prioritário estabelecido pelo Ministério da Saúde e o trabalho continua. As equipes hoje atuam na vacinação de idosos a partir de 85 anos e acamados com mais de 60 anos.  

De acordo com o Plano Nacional de Imunização, na primeira fase, devem ser vacinados trabalhadores da saúde; idosos com mais de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência; deficientes maiores de 18 institucionalizados e idosos com mais de 75 anos. Após a vacinação de profissionais da linha de frente que atuam em UTIs, urgências e emergências, as ações começaram a ser feitas de forma escalonada, avançando de acordo com disponibilização de vacinas pelo Ministério da Saúde.

“A chegada de mais lotes de vacinas é fundamental para que possamos ampliar a vacinação para idosos de outras faixas etárias que fazem parte do grupo prioritário, o que é muito importante, dada a vulnerabilidade dos idosos. Começamos na última quarta-feira (24) a vacinação de idosos com idade entre 85 e 89 anos e vamos continuar ampliando as faixas etárias para atendermos todo o público prioritário a medida que mais vacinas forem chegando”, afirma o prefeito interino Hingo Hammes.

Na quarta-feira (24), primeiro dia de vacinação para a faixa etária entre 85 a 89 anos, foram vacinados 492 idosos. Para vacinar, o idoso deve estar cadastrado junto à Secretaria de Saúde. O cadastramento é simples, basta acessar o site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) e clicar no banner da vacinação, que aparece no destaque do site, e escolher a opção de cadastramento.

O secretário municipal de Saúde, Aloísio Barbosa da Silva Filho, lembrou que, conforme o município for recebendo novas doses, a vacinação será ampliada para outras pessoas também incluídas na primeira fase dos grupos prioritários.

“É importante que as pessoas saibam que temos hoje vacinas em quantidade suficiente para atender o grupo de 85 a 89 anos, então não é necessário que os idosos corram aos pontos de vacinação. Vamos ampliar este público com a chegada das vacinas, até que seja possível concluir todo o público previsto nesta primeira fase. Já abrimos dois novos postos de vacinação, além dos dois criados inicialmente, porque sabemos que, quanto mais a vacinação avançar, maior será o número de pessoas atendidas. É importante que os idosos sejam cadastrados previamente e que, no momento do cadastro, seja observada a data em que a vacinação foi agendada”, destaca.

Vacinação para idosos com 85 a 89 anos

Com uma estimativa de 2.600 pessoas na cidade com idade entre 85 e 89 anos, a Secretaria de Saúde ampliou os pontos de vacinação. Os atendimentos, cadastrados no site, podem ser feitos para as Unidade Básicas de Saúde do Quitandinha e do Itamarati, além dos dois pontos de drive thru, na UCP da Rua Benjamim Constant, no Centro, e no Parque de Exposições de Itaipava, que atendem também quem chega a pé. Em todos os pontos, a vacinação é feita da 9h as 16h. Por dia, a Secretaria de Saúde disponibiliza o agendamento para 500 idosos – 150 pessoas em cada um dos dois pontos de drive thru e 100 idoso por dia em cada uma das UBSs.

Para evitar aglomerações é importante que os idosos respeitem a data do agendamento. No momento da vacinação, eles devem levar documento de identidade, cartão de vacina e comprovante de residência.

A Secretaria de Saúde lembra que pessoas que testaram positivo para a Covid-19 nos últimos 30 dias ou que estejam com sintomas não poderão ser vacinados neste momento. Nestes casos, elas devem aguardar e depois se apresentar em um dos postos de vacinação.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.