PETRÓPOLIS: Prefeitura e órgãos de segurança farão “Operação Faça Sua Parte” para acompanhar reabertura do comércio e serviços

Objetivo é garantir que a população siga as normas de segurança, como uso de máscaras, higienização e evitar aglomerações, para a retomada de parte das atividades econômicas no município

A prefeitura e órgãos de segurança como a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros farão a “Operação Faça Sua Parte” na próxima segunda-feira (01.06), dia em que será colocado em prática o plano de retomada gradual de atividades econômicas do município. O objetivo da ação é garantir que a população siga normas de segurança para a saúde das pessoas, como uso de máscaras, higienização e evitar aglomerações.

O prefeito Bernardo Rossi participou de uma reunião virtual nesta sexta-feira (29.05) para definir detalhes do trabalho de fiscalização e orientação que será feito a partir da retomada de alguns setores da economia. A operação vai acontecer a partir de 9h com a participação dos órgãos de fiscalização do município – Posturas, Procon, Vigilância Sanitária, Meio Ambiente e Fazenda –, Guarda Civil, Defesa Civil, Polícia Militar e Bombeiros.

Ele ressaltou que esse início de retomada gradual do comércio e de serviços só é possível porque a cidade conseguiu controlar o nível de contágio por coronavírus e tem, até o momento, menos da metade dos leitos de UTI ocupados – dos 85 leitos, 36 estão sendo utilizados até esta sexta. Mesmo assim, o município continua ampliando essa quantidade de unidades de terapia intensiva em Petrópolis: já a partir de segunda, terá mais 25 leitos criados a partir da adaptação da UPA Cascatinha em UPA Vermelha e aguarda mais 34 no Hospital Nossa Senhora Aparecida, que devem entrar em operação ainda neste mês de junho, totalizando 144 leitos de UTI.

“A nossa prioridade é com a vida, é com a saúde dos petropolitanos. Nesse período, em que Petrópolis saiu na frente, já são mais de 70 dias desde os nossos primeiros decretos de isolamento, de fechamento de estabelecimentos, entre outras ações, nós trabalhamos muito conscientizando a população e aumentando o número de leitos. Hoje, Petrópolis está com 40% da sua capacidade de leitos de UTI ocupadas, mas mesmo assim, estamos ampliando a capacidade com a abertura de mais leitos tanto de UTI quanto de clínica médica. Por isso, no dia 1º de junho, a cidade tem oportunidade de iniciar uma flexibilização, com responsabilidade e com muita calma”, afirmou o prefeito.

Bernardo Rossi destacou também que a manutenção da flexibilização das regras de funcionamento do comércio e de serviços só será possível com a participação efetiva dos petropolitanos, mantendo as medidas de prevenção, como o uso de máscara, higienização constante, evitar aglomerações e seguir com isolamento social se possível. Ele ressaltou que colaboração de cada pessoa será fundamental para determinar os próximos passos dentro do plano de retomada.

“Nós criamos um plano que inicia com a linha “branca”, depois a “amarela” e, por fim, a “vermelha”, cada segmento com impactos diferenciados. Mas esse dia 1º será muito importante porque, a partir da flexibilização, podemos tanto avançar nesse plano, por causa da ampliação de leitos, por causa da colaboração das pessoas com o uso de máscara e o número contágio não aumentar, como também podemos recuar e fechar estabelecimentos, se chegarmos a 80% da nossa capacidade hospitalar. E se continuar aumentando, atingindo 90%, podemos decretar o lockdown. Ou seja, é importante falar que a flexibilização depende da população, depende de cada um de nós”, prossegue o prefeito.

Na próxima segunda, serão retomadas as atividades de estacionamentos, papelarias, lavanderias, conserto de equipamentos eletrônicos, óticas, restaurantes às margens da BR-040, concessionárias e agências de veículos, consultórios, lojas de tecido e armarinhos, loja de autopeças e chaveiros. O plano de retomada das atividades, disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br/coronavirus), traz todas medidas que devem ser adotadas por cada tipo de estabelecimento para a reabertura em segurança para funcionários e clientes. As equipes de fiscalização estarão na rua para orientar a população e coibir irregularidades.

Participaram da reunião virtual o comandante do 26º BPM, Christoph Carvalho; o comandante do 15º GBM, Gil Kempers; o secretário-Chefe de Gabinete, Renan Campos; a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Karina Bronzo; a coordenadora do Procon, Raquel Motta; o secretário de Defesa Civil, Anderson Pinheiro; a secretária de Assistência Social, Denise Quintella; o Procurador Geral do Município, Sebastião Médici; o coordenador de Articulação Institucional; o secretário de Administração e Recursos Humanos, Marcus von Seehausen; o coordenador de Vigilância Sanitária, José Roberto Pereira; a comandante da Guarda Civil, Cláudia da Conceição; o diretor de Ordem Pública, Charles Nazareno; o diretor da Divisão de Fiscalização de Posturas, Hailton Lima e os vereadores Maurinho Branco e Justino RX.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também