Octacílio Barbosa

Petrópolis: População denuncia atrasos de correspondências despachadas pelos Correios

Somente nesta semana, o Giro Serra recebeu mais de 15 denúncias, onde os petropolitanos relatam os mesmos problemas enfrentados.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A pandemia tem feito com que muitas pessoas recorram aos canais digitais, seja para compra online ou pagamento de uma dívida. Em contrapartida, uma parcela da sociedade permanece dependendo dos meios tradicionais, como por exemplo, no recebimento de uma correspondência, para o pagamento de uma conta. Atualmente, os dois grupos dispõem de um problema em comum na Cidade Imperial: os Correios.

Em Petrópolis, uma série de denúncias e reclamações apontam os atrasos nas entregas de correspondências. “Todos os meses estou pagando minhas contas com atraso, recebendo juros nas contas seguintes, sem a possibilidade de explicar o que está acontecendo. Não estamos recebendo as nossas contas de forma antecipada pelos Correios”, disse uma idosa, no bairro São Sebastião.

Além das pessoas que possuem dificuldades em utilizar a internet para tentar acesso às correspondências, de forma digital, há os que utilizam os meios digitais para comprar um produto, mas enfrentam o mesmo problema. “Não adiantou nada. Estou há 45 dias aguardando a chegada de uma encomenda, mas que está presa nos Correios. Um absurdo”, contou um empresário, que possui um empreendimento no Centro Histórico de Petrópolis.

Somente nesta semana, o Giro Serra recebeu mais de 15 denúncias, onde os petropolitanos relatam os mesmos problemas enfrentados.

Em contato com os Correios, a empresa respondeu que “devido a decretos municipais/estaduais, ou ainda em virtude dos protocolos preventivos adotados pela empresa para segurança de todos – como sanitização de ambientes e afastamento de empregados em grupo de risco –, alguns serviços podem sofrer alterações pontuais”. Além disso, afirmou que na próxima segunda-feira (24), dez veículos irão chegar a cidade para auxiliar na entrega de encomendas.

O Grupo Giro também entrou em contato com o Procon Petrópolis, pedindo esclarecimentos sobre as denúncias. Até o momento, não obtivemos resposta.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.