Petrópolis pode passar a ter trem turístico ligando Nogueira a Itaipava

O "Noguita" aqueceria a ligação turística dos distritos.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Em reunião do Comitê Gestor do Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes, na manhã desta terça-feira (17), a Associação Fluminense de Preservação Ferroviária (AFPF) apresentou o ‘Noguita’, projeto que prevê a instalação de um trem turístico entre a antiga Estação de Nogueira e o Parque de Itaipava. O objetivo é promover um aquecimento ainda maior para trade turístico dos distritos.

“Fizemos a reunião aqui na Estação Nogueira, justamente de onde partiria esta linha férrea. Como Turispetro, estamos abertos para debater todo projeto que traga mais inovação e competitividade a Petrópolis. Além disso, o Comitê Gestor do Parque recebeu muito bem esta ideia”, disse a secretária de Turismo, Silvia Guedon.

O responsável por apresentar o projeto foi o presidente da AFPF, Ricardo Lafayette. A associação estuda o reaproveitamento do leito ferroviário da cidade. Foi percebido que o trecho entre Nogueira e Itaipava seria o mais viável para a reconstrução. A partir desse diagnóstico, começou a se desenvolver traçado, tipo de material utilizado e posição dos equipamentos.

“Nessa administração, conseguimos avançar, pois a secretaria de turismo já era parceria e conhecia o projeto. Retomamos o diálogo e, ela como uma entusiasta, tem nos ajudado bastante e nos abriu esse espaço para falar com o comitê”, afirmou Lafayette.

O vereador Gil Magno participou do evento. “Como vereador aqui de Itaipava e sabendo da importância de criarmos mais atrativos turísticos para os nossos distritos, considero de extrema valia o projeto”, afirmou Magno, ressaltando a integração dos distritos e a participação gastronômica e cervejeira.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.