Petrópolis manterá o fornecimento da dose única contra Febre Amarela, 0,5 ml, preconizado pela Organização Mundial da Saúde para proteção para a vida toda contra a doença. Ao contrário das 15 cidades do Estado do Rio de Janeiro que terão que fracionar as doses, com proteção por até oito anos, o município não foi convocado para realizar o esquema de fracionamento. A prefeitura receberá 50 mil doses na próxima semana para que a população que for viajar para alguma área de risco se proteja com antecedência.

A prefeitura trabalhou intensamente em 2017 para realizar um cinturão de imunização que teve início em março onde foi priorizada a vacinação em área rural e de matas realizando vacinação volante nos bairros – Araras, Fazenda Inglesa e Duarte da Silveira que fazem fronteiras com a Reserva Biológica do Tinguá. Como resultado, Petrópolis é um dos poucos municípios do Estado a ter grande parte da população imunizada contra febre amarela com 194 mil doses aplicadas, cerca de 60% da população.

“Trabalhamos antecipadamente para garantir a proteção da nossa população. A prefeitura cumpriu o cinturão de imunização proposto pelo Ministério da Saúde vacinando mais de 80 mil pessoas, apenas em áreas verdes, entre março e abril do ano passado, além disso, realizamos mutirões e vacinação volantes. Mesmo com grande parte da população protegida esperamos aumentar esse número e continuaremos fornecendo as vacinas”, afirma Bernardo Rossi.

A vacina leva 10 dias para fazer efeito então é necessário o uso de repelentes até que haja a proteção durante o período. O secretário de Saúde Silmar Fortes reforça que crianças e adolescentes só serão vacinadas com a apresentação da caderneta de vacina, os adultos precisam levar um documento de identificação.

“Estamos reforçando nas Unidades de Saúde a divulgação da oferta das doses. É importante que a população tome a vacina antes de viajar. Estamos em período de férias e logo virá o carnaval, então recomendamos que todos tomem a vacina com tranquilidade na unidade mais próxima à suas residências”, reitera Silmar Fortes.

A Diretora da Vigilância em Saúde, Elisabeth Wildberger reforça que as pessoas que tomaram a vacina no passado já estão imunizadas.

“Temos pessoas que tomaram a vacina em anos anteriores então essas pessoas não precisam tomar a vacina novamente. Devem se vacinar crianças a partir de nove meses a adultos com até 59 anos. A imunização é contra indicada para gestantes, pessoas com o sistema imunológico debilitado e pessoas alérgicas à gema de ovo. Os idosos devem ser vacinados apenas com a liberação de um médico”, frisa Elisabeth Wildberger.

Petropolitanos já buscam unidades antes de viajar

A busca pelas doses de vacina ainda está pequena. Grande parte das pessoas que estão se imunizando são pessoas que pretendem passar o restante das férias em alguma localidade com comprovação de circulação de vírus ou se protegendo antecipadamente para as viagens de carnaval. Esse é o caso da Tânia Kreischer, 58 anos, moradora do Bingen que levou os dois filhos para tomar a vacina antes de viajarem. Para ela é fundamental o município manter as doses oferecidas nas Unidades de Saúde.

“Meu filho costuma muito ir para Valença para casa da namorada e minha filha vai para a Bahia. Nós não tomamos a vacina ano passado, pois em Petrópolis não tiveram casos da doença, mas como iremos viajar resolvemos nos proteger. Foi muito bom saber que o município mantém as doses nas unidades como forma de rotina”, afirma.

A psicóloga Silvia Jacinto dos Santos viajará para São Paulo no fim do mês e também resolveu buscar a imunização com antecedência.

“Todos os meus parentes moram em São Paulo e tomaram a vacina, como eu vou para lá nos próximos dias resolvi me proteger também”, disse.

A Diretora da Vigilância em Saúde, Elisabeth Wildberger explica que quem for viajar para fora do país precisa de um Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP).

“Se a pessoa for viajar ela deve avisar na unidade, pois as informações do cartão de vacina devem conter a data da imunização, lote da vacina, unidade que foi realizada a dose e assinatura legível com carimbo do aplicador. Após a imunização a pessoa deve entrar no site WWW.anvisa.gov.br/viajante e realizar o cadastro e terá a indicação da unidade onde pegará o certificado”, informa.

Sobre a campanha em Petrópolis: A campanha de vacinação contra a febre amarela teve início em Petrópolis no dia 18 de março de 2017 com a chegada de 75 mil doses. Além de proporcionar um sistema de vacinação inédito, com 50 pontos de vacinação em todo município, a Saúde também adotou a vacinação volante, levando as doses às áreas de população da zona rural e famílias que vivem em locais próximos a matas.

Lista dos postos de Saúde e demais locais de vacinação:

*Atendimento de 9h às 17h – Com intervalo de 1 hora de almoço

– Instituto da Mulher (antigo Centro de Saúde) – Rua Santos Dumont, S/Nº

– PSF Alto da Serra – Rua Teresa, 2.024 (Praça Miguel Couto)

– PSF São Sebastião – Rua São Sebastião nº 625

– UBS Alto Independência – Rua Ângelo João Brand s/n

– UBS Quitandinha – Rua General Rondon nº 400

– UBS Retiro – Av. Barão do Rio Branco s/n

– Ambulatório Escola – Rua Bernardo Proença nº 32

– UBS Itamarati – Rua Hívio Naliato nº 169

– Hospital Alcides Carneiro – Rua Vigário Corrêa, 1.345

– UBS Morin – Rua Pedro Ivo, nº 81 – Morin

– UBS Itaipava – Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues s/n

– UBS Pedro do Rio – Estrada União e Indústria s/n

– PSF Posse – Estrada União de Indústria nº 33.530

– Coordenação Epidemiologia – Hospital Municipal Nelson de Sá Earp – Rua Paulino Afonso, 455.

– UBS Mosela – Rua Mosela nº 744