Brasília - 22/02/2022 - O Governador Cláudio Castro em reunião com o Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Fotos: Fillipe Freitas

Petrópolis | Governador garante recursos para a reconstrução do município

Ministro Rogério Marinho disse que não há restrição de orçamento para novas unidades habitacionais.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, apresentou na noite de terça-feira (22), em Brasília, ao ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, o andamento dos estudos e projetos básicos para intervenções estruturais em Petrópolis e de construção de unidades habitacionais para as vítimas das fortes chuvas que atingiram a cidade. Na reunião, Rogério Marinho autorizou a liberação de até R$ 70 milhões para dar início à primeira fase do plano.

– Nós trouxemos os pleitos mais emergenciais e conseguimos a liberação de recursos importantes para dar início a uma grande reestruturação de Petrópolis, que deve custar R$ 400 milhões e durar dois anos e meio, além de tratar da questão habitacional, cuja demanda vai aumentar em razão da tragédia – afirmou Cláudio Castro.

Em um primeiro momento, o centro histórico será priorizado com três intervenções: o túnel extravasor do Rio Palatinato, o redimensionamento do canal do Centro e do Quitandinha e a macrodrenagem do bairro Coronel da Veiga. A previsão é que a obra seja licitada até junho. O Instituto Estadual do Ambiente (INEA) já executa, desde o ano passado, um estudo que contempla toda a cidade, custeado pelo governo federal.

Diante da necessidade de remoção de moradias em áreas de risco e do número de desabrigados, o Ministério do Desenvolvimento Regional definiu que não haverá limitação de recursos. Com base no número de pedidos de Aluguel Social, estima-se que serão necessárias mais de 1.000 unidades habitacionais.

– A prefeitura e o governo do estado vão buscar os terrenos, mas não há restrição de orçamento ou limite do número de unidades – garantiu o ministro.

Na última sexta-feira, em visita a Petrópolis com o presidente da República, Jair Bolsonaro, Rogério Marinho anunciou que seriam disponibilizados R$ 2 bilhões em recursos extraordinários direcionados a municípios atingidos por desastres naturais.

Também participaram do encontro o deputado federal Hugo Legal, o secretário Nacional de Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, e os secretários de Estado de Infraestrutura e Obras, Max Lemos, e do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.