Petrópolis ganha projeção internacional com descobrimento de “Pet Chopp”

A Cidade de Petrópolis ganhou projeção mundial no início desta semana, se tornando assunto de destaque até mesmo no jornal The New York Times, que é considerado referência no jornalismo internacional. Entretanto, se engana quem pensa que o fato se deve à história do município, seus pontos turísticos ou o clima da Serra. O assunto do momento foi o fechamento de um bar, que funcionava através de uma entrada nos fundos de uma Pet Shop.

No Twitter, o vídeo publicado alcançou mais de um milhão de visualizações em menos de 24 horas, com mais de 40 mil curtidas e quase 15 mil retweets. Nas redes sociais, o registro foi intitulado por muitos internautas como “Pet Chopp”, fazendo referência à loja e ao bar que estava em pleno funcionamento, mesmo em período de pandemia. Além disso, humoristas usaram e abusaram do vídeo publicado, tirando boas gargalhadas de seus seguidores.

A ação dos fiscais da Secretaria de Segurança, Serviços e Ordem Pública – SSOP, Procon e Fazenda, com o apoio da Guarda Civil, também resultou na comparação de um episódio do desenho animado “Os Simpsons”, em que o personagem Moe, dono do bar de Springfield, disfarça seu bar de pet shop, para manter seu funcionamento.

O estabelecimento comercial localizado no bairro Quissamã, foi autuado e multado. Já a Pet Shop além de receber as devidas penalidades, foi interditada pelos órgãos municipais, pois não possui alvará de funcionamento.

De acordo com a prefeitura, durante a fiscalização da operação Faça a Sua Parte, na última sexta-feira (26), o órgão de defesa do consumidor identificou o crime cometido contra as 16 pessoas que estavam no local.

“Estavam todos aglomerados, em um espaço de menos de 20 metros quadrados, sem ventilação, onde todas as pessoas estavam sem máscaras. De acordo com os decretos municipais, esse estabelecimento não estava autorizado a funcionar. Menos ainda, a colocar a vida dos clientes em risco. Como ele infringiu todas essas normas, nós vamos interditar para que ele não volte a cometer crimes contra o consumidor”, ressaltou a coordenadora do Procon municipal, Raquel Motta.

Nos últimos três meses, as ações de fiscalização sobre o cumprimento dos decretos de enfrentamento a pandemia realizadas pela equipe de Posturas, Vigilância Sanitária, Meio Ambiente e Procon (com apoio da Guarda Civil e Polícia Militar) resultaram no fechamento de estabelecimentos, multas e interdições.

Até o dia 16 de junho, 102 estabelecimentos foram intimados ao fechamento imediato por desrespeitarem as restrições de funcionamento. Dos quais 64 foram multados pela reincidência. Também foram multados os estabelecimentos autorizados a funcionar, mas que causaram aglomeração. Desses, 47 intimados a tomar providências imediatas e 34 multados pela reincidência.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também