No Carnaval todos os olhares do mundo estão voltados para um mesmo lugar: o Sambódromo da Marquês de Sapucaí, no Rio. E em 2019, Petrópolis será o centro das atenções de uma das principais escolas de samba do grupo especial, a tricampeã Unidos de Vila Isabel. As semelhanças – com o passado histórico – entre o município e um dos primeiros bairros cariocas, a Vila Isabel, onde a escola foi criada, fizeram com que a Cidade Imperial fosse escolhida como enredo de seu desfile em 2019. O desfile, apesar de não ter nenhum aporte do dinheiro público de Petrópolis, poderá ajudar a fortalecer a economia através do turismo e destacar a cidade ainda mais no cenário internacional.

“Foi uma honra receber a notícia de que a cidade pode ser destaque no Carnaval do Rio, o melhor e mais conhecido Carnaval do mundo. Essa mídia espontânea vai fazer com que mais pessoas conheçam nosso município, nossa história, e se sintam tentadas a vir conhecer pessoalmente nossas belezas. E ter a história de Petrópolis contata através da Vila Isabel, uma das melhores escolas de samba do país, é uma honra ainda maior”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

A Vila Isabel começará fase da captação de patrocínio para a realização de seu desfile 2019. O desfile das 13 escolas do grupo especial é transmitido pata todo o Brasil e mais de 100 países. São 500 mil pessoas no sambódromo em todos os dias e desfiles de todos os grupos, uma movimentação de R$ 3 bilhões apenas na capital que chega a receber 1 milhão de turistas.

“Sem aplicação de dinheiro público, concretizando o enredo, Petrópolis terá uma homenagem ímpar e ainda conquista visibilidade para o turismo fortemente calcado em sua história, motivo de ter sido escolhido pela Vila Isabel para esta homenagem”, estima o prefeito Bernardo Rossi.

Fernando Fernandes, presidente da Escola, quer Petrópolis presente sábado (05.05), às 13h, na quadra da Vila Isabel, para o lançamento oficial do enredo. “Vamos interagir com a cidade e queremos Petrópolis envolvida com a escola, rumo ao título em 2019”, convoca.

Bairro de origem da escola de samba, Vila Isabel fazia parte da Fazenda do Macaco quando foi doada por D. Pedro I à sua segunda esposa, a Imperatriz Amélia. Com a ida do casal para Portugal, a fazenda ficou abandonada. Em 1872, ano considerado de sua fundação, o local foi comprado por um empresário, que decidiu lotear e urbanizar a área, sendo escolhido o nome Vila Isabel em homenagem à Princesa Isabel. Hoje, a escola de samba também leva em seu brasão a coroa da princesa. A semelhança dessa história que tem como base a família real é a principal relação com Petrópolis.

“A cultura de Petrópolis é muito rica. Temos muito para mostrar. E mostrar dentro dessa festa tão bonita, tão popular em todo país, vai valorizar ainda mais o que temos”, avalia o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo.

A mídia espontânea também poderá fazer com que Petrópolis seja mais conhecida não só no Brasil, como mundo afora. Já que muitos estrangeiros gostam e acompanham o Carnaval carioca. Segundo o secretário da Turispetro, Marcelo Valente, a prefeitura vem buscando apoiar todas as ações que tenham como conseqüência o fomento do turismo na cidade.

“Petrópolis ganhará uma visibilidade surpreendente com o desfile da Vila Isabel. Vamos fortalecer ainda mais nossa imagem no mundo e fortalecer o turismo. Com isso, aquecer nossa economia, já que o turismo é um dos principais pilares do município”, completa ele.

Fonte: IMCE

Crédito da foto: Divulgação / Ascom IMCE