Foto: Divulgação/ASCOM

Petrópolis busca na capital referência para aperfeiçoamento do CIMOP

O Centro Integrado de Controle e Comando do Rio de Janeiro foi visitado nesta semana pela coordenação do centro de monitoramento integrado de Petrópolis.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Em visita técnica ao Centro Integrado de Controle e Comando (CICC) do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (9), a coordenação do Centro Integrado de Monitoramento de Petrópolis (CIMOP) conheceu as instalações e o protocolo de atuação da unidade, que detém o monitoramento de todo o Estado. A unidade é modelo para a implantação de avanços para o serviço no município. O foco é alcançar mais integração entre os setores de serviços, e gestão em segurança do governo municipal.

“O centro de monitoramento é um instrumento de controle importante para o nosso município, porque garante mais agilidade em situações de ocorrências como um todo, que afetem a rotina da cidade. E o CICC é um exemplo de estrutura que queremos ter em Petrópolis”, ressaltou o prefeito interino, Hingo Hammes, que recentemente acompanhou uma visita técnica a outra unidade de monitoramento, o Centro de Operações da Prefeitura do Rio – CORio e considera a integração entre os órgãos de extrema importância para o avanço dos serviços prestados na cidade.

Instalado na sede da Defesa Civil, há cerca de três meses, o sistema passou a contar desde então com o suporte permanente de profissionais da secretaria, que estão voltados para a ampliação do serviço. “Estamos atuando para expandir o monitoramento e garantir mais agilidade no atendimento de serviços essenciais pela cidade. A visita ao CICCfoi importante para entender os modelos de gestão de risco e visualizar a aplicação desses modelos na nossa cidade, não apenas nas questões que envolvem a segurança pública, mas também nas ações da Defesa Civil, onde o CIMOP pode auxiliar no atendimento a desastres ambientais e estabelecer uma rede para o suporte em ocorrências em diversas áreas de atuação”, destacou o coordenador do CIMOP, Leonardo Trancoso.

O CIMOP, que é uma ferramenta da secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública – SSOP, conta hoje com a presença de agentes da Defesa Civil, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, SAMU e Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes – CPTrans. O centro de monitoramento possui um total de 59 câmeras, sendo 56 fixas, duas portáteis e uma móvel, instalada recentemente em uma das viaturas. “A proposta é ampliar e reforçar a instalação de novas câmeras em locais que são considerados estratégicos para a segurança da cidade. E essa nova estrutura do CIMOP em muito tem contribuído para garantir a segurança e organização. Quanto mais conseguirmos integrar os órgãos públicos, maior estrutura teremos para garantir bons resultados na execução das funções de ordenamento da cidade”, destacou a secretária de serviços, segurança e ordem pública, Karina Bronzo.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.