Por décadas a frente de uma das mais respeitas bandas do rock nacional, os Titãs, Paulo Miklos levantou multidões e fez com que os fãs do rock nacional se apaixonassem cada vez mais pelas canções carregadas de ideologias e altas notas. Agora, com seu projeto solo, o músico traz um tom menos intenso onde toca seu violão de náilon, explorando profundamente o universo da MPB. O show em 26 de abril às 21h no Palácio de Cristal tem entrada franca e faz parte da programação do SESI Cultural. Ao todo serão 200 ingressos a serem distribuídos.

O show “A gente mora no agora” é considerado pelo artista como seu primeiro trabalho individual na música, apesar de ser o terceiro álbum-solo, já que Paulo Miklos (1994) e Vou Ser Feliz e Já Volto (2001) foram lançados ainda nos tempos em que integrava a banda.

Gravado em março de 2017, o álbum com mesmo nome do show, tem composições em parceria com grandes artistas e companheiros de banda, como: Nando Reis, Arnaldo Antunes, Erasmo Carlos, Guilherme Arantes, Céu, Emicida, Mallu Magalhães e Tim Bernardes. No roteiro entram ainda releituras de Noel Rosa, Adoniran Barbosa e Chet Baker, além de hits do antigo grupo.

Pouco tempo depois de sair da banda Titãs, Miklos foi dar vazão ao seu infindável fervor criativo, que já lhe rendeu trabalhos no cinema, teatro e televisão, além de centenas de músicas.

Com incentivo da Natura Musical, a produção do álbum ficou a cargo de Pupillo, da Nação Zumbi, com coprodução de Apollo Nove. A direção artística é assinada por Marcus Preto, que guiou discos recentes de Tom Zé e Gal Costa.

A distribuição dos 200 ingressos acontece nos dias 16 e 17 de abril, das 8h às 11h e das 13h às 16 no SESI Clube (Avenida Barão do Rio Branco, 2.564 – Centro). Mais informações pelo telefone (24) 2244-3205.

Fonte: Sistema FIRJAN

Crédito da foto: Bruno Trindade