Uma operação da Polícia Civil prendeu, na manhã desta segunda-feira Patrícia Silva dos Santos, a Paty Bumbum. A ação, denominada, “Operação Bumbum”, também busca Valéria dos Santos Reis, de 54 anos, apontada como sócia de Paty e que é investigada pela morte da modelo Mayara Silva dos Santos, 24, que morreu após fazer um procedimento estético, no último dia 20. Contra elas e outras três pessoas são cumpridos mandados de prisão temporária, além de cinco de busca e apreensão.

Paty Bumbum responde por exercer a profissão de médica ilegalmente presa. Ela foi presa em sua casa em Curicica, na Zona Oeste. Os policiais também estiveram na casa de Valéria em Vargem Pequena, mas ela não foi encontrada. As prisões se baseiam em depoimentos de pelo menos duas testemunhas que afirmam terem sido atendidas por Paty e Valéria.

“Ouvimos duas testemunhas que afirmam categoricamente que foram vítimas tanto da Patrícia quanto da Valéria, que as duas fizeram preenchimento nos glúteos das vítimas. Elas desenvolveram trombose em virtude do produto aplicado. Elas afirmam que foram a Patricia e Valéria, que ambas eram sócias”, disse o delegado Eduardo Freitas, da 42ª DP (Recreio), responsável pela operação, ao Bom Dia Rio, da TV Globo, que divulgou inicialmente a ação da polícia. Seis equipes de agentes da 42ª DP buscam cumprir os mandados contra ons investigados. As prisões são temporárias — 30 dias.

Fonte: ODIA