Pássaros silvestres são resgatados de cativeiro em Santo Antônio de Pádua Denúncia levou a polícia ao resgate 25 pássaros silvestres

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Vinte e cinco pássaros da fauna silvestre foram resgatados de cativeiro neste sábado (02) no município de Santo Antônio de Pádua, após informações sobre guarda de animais silvestres encaminhado pelo Linha Verde, programa do Disque Denúncia do RJ específico para denunciar crimes ambientais. Vale ressaltar que a denúncia foi feita pelo APP “Disque Denúncia RJ, disponível para celulares.

De acordo com os agentes da Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm) Desengano, a denúncia informava que dentro de uma residência na Avenida Getúlio Vargas seria possível encontrar diversas aves silvestres em cativeiro e quando chegaram ao endereço a fim de verificar a denúncia, questionaram o dono do imóvel, que informou não possuir nenhuma licença ou autorização específica para manter os pássaros daquela forma. Ao todo foram encontrados 22 canários da terra, dois coleiros e um bigodinho. O dono dos animais foi levado à 136ª DP, onde responderá de acordo com o Artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais enquanto que as aves foram encaminhadas ao Parque Estadual do Desengano.

O Linha Verde solicita a população que continue denunciando ilícitos ambientais em todo o Estado do Rio através dos telefones 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local), 2253 1177 (capital), ou através de seu aplicativo para celulares “Disque Denúncia RJ”, onde usuários com sistema operacional Android ou IOS podem denunciar anexando fotos e vídeos, também com a garantia do anonimato. A população pode também conhecer e curtir o Linha Verde no facebook, através do endereço: www.facebook.com/linhaverdedd.
Linha Verde, o Disque Denúncia do Meio Ambiente.

 

Fonte: Disque Denúncia – DD Rio | Foto: Divulgação

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.