O pagamento para o estacionamento rotativo por meio de cartões de crédito começa a valer a partir desta quinta-feira (1º.03). A novidade foi possível após a instalação e programação dos equipamentos com todos os requisitos de segurança em 45 parquímetros utilizados para operação do serviço em Petrópolis. A cidade, aliás, é a primeira do país a contar com esse tipo de pagamento diretamente nas maquinas, sem a necessidade de uma terceira pessoa. O estacionamento rotativo tem o objetivo de democratizar as vagas de parada de veículos na cidade, oferecendo valores mais em conta em quase 50% das vagas existentes hoje em Petrópolis.

A aplicação do pagamento por meio de cartões de crédito nas máquinas foi possível após meses de negociações com as bandeiras Visa e Master que, até então, não homologavam equipamentos em ambientes externos. A SinalPark, juntamente com a Digicon (empresa que produz os parquímetros) e a CPTrans conseguiram, em novembro, a autorização para realizar esse tipo de transação, garantindo a utilização de forma segura e eficiente ao usuário. Os equipamentos foram adquiridos em dezembro, quando começaram a ser instalados na cidade. Após esse período, as máquinas foram programadas e, agora, estão prontas para serem usadas. Os parquímetros continuarão aceitando o pagamento com moedas e cartões recarregáveis.

A CPTrans, Maurinho Banco, explica que tem cobrado à SinalPark melhorias no serviço de estacionamento rotativo na cidade e considera a implementação do pagamento com o cartão de crédito como essencial para democratização no acesso às vagas da cidade. “Desde o início da nossa gestão iniciamos às negociações com a SinalPark para ampliar as formas de pagamentos e dá ao usuário opções para facilitar a utilização do serviço. A negociação com as empresas foi intensa e, após esse processo, a instalação nas máquinas foi feita com todo o cuidado para garantir a segurança e eficiência do serviço”, explica.

Os 45 parquímetros foram equipados com softwares e elementos de segurança de última geração, que vão garantir total segurança nas transações. Agora, a tentativa junto às operadoras de cartão é para que também seja viabilizada a utilização de cartões de débito, uma operação que passa por outros critérios de segurança, uma vez que o acesso é diretamente à conta do usuário. O município conta, atualmente, com 61 parquímetros, sendo que 73% deles contarão com o novo serviço. Na prática, as ruas que possuem mais de um equipamento terão, em ao menos um deles, a possibilidade de pagamento com o cartão de crédito.

A cobrança do rotativo é determinada pela Lei Federal 9.503, que atribui ao município “implantar, manter e operar sistema de estacionamento rotativo pago nas vias”. Em Petrópolis, o serviço é realizado pela SinalPark, empresa que assumiu a operação em março de 2016, após vencer a licitação para gerenciar as vagas na cidade. A atual gestão conseguiu, já no início do ano passada, que a empresa disponibilizasse vagas em áreas brancas, com valores mais em conta e tempo de permanência maior: atualmente, das 1.964 vagas existente, 43,64% são com valores mais em conta.

Outros canais para compra dos bilhetes

 A Sinalpark disponibiliza diversos canais de pagamento para que os usuários possam optar por aquele que seja mais conveniente. Os controladores, por exemplo, trabalham com um equipamento portátil para fazer a emissão dos bilhetes, devidamente uniformizados e prontos para esclarecer dúvidas e orientar os usuários, caso o motorista encontre dificuldades.

Além do pagamento com o cartão de crédito, os parquímetros aceitam moedas ou cartão eletrônico recarregável, que pode ser adquirido na sede da empresa SinalPark (Rodoviária do Centro). Além disso, o usuário pode verificar nos parquímetros onde poderá pagar pelas vagas em algum comércio local, uma vez que todos os equipamentos possuem mapas explicativos com os pontos de venda próximos ao local onde o usuário está.

Melhor opção, porém, é o DigiPare, aplicativo utilizado pela SinalPark para a emissão do bilhete de estacionamento diretamente no smartphone do usuário. O programa é gratuito para celulares com sistema Android, iOS e Windows Phone, sendo baixado nas lojas respectivas. O usuário deverá efetuar um cadastro e fazer a compra de créditos, que pode ser de valores de R$ 5, R$ 10, R$ 20, R$ 50 ou R$ 100. Com o cadastro no Digipare, o usuário pode também comprar seu bilhete pela internet no sitewww.digipare.com.br, por SMS (27317) ou por ligação gratuita para o telefone (0800 941 3444).

Na hora de utilizar o serviço é só fazer o login no aplicativo, selecionar se o bilhete é para Área Azul ou Área Branca, definir o tempo desejado, confirmar a compra e imediatamente o bilhete estará registrado no sistema. O aplicativo também oferece a opção “Alarme”, em que o usuário configura um tempo para ser alertado sobre o vencimento do tíquete.