Parabéns especial: 103 anos da Feira Livre do Centro

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Em 17 de fevereiro de 1917, Petrópolis inaugurava a feira livre, no Centro da cidade. O tempo passou e a tradição resistiu; hoje a feira conta com 327 barracas que vendem produtos da melhor qualidade para os petropolitanos. As frutas, legumes, verduras, embutidos e até café que são comercializados consolidaram a feira como um atrativo da cidade e, para comemorar os 103 anos desse patrimônio, um parabéns especial com direito a bolo reuniu feirantes e clientes nessa terça-feira (18.02.2020) na Rua Souza Franco.

“A feira é uma tradição na cidade e não é à toa: produtos de qualidade, com preço justo e a variedade que encanta a todos. Na cidade são aproximadamente mil pessoas que atuam diretamente nas feiras livres e a do Centro, na Rua Souza Franco, é muito procurada por todos os tipos de público. Agradeço o carinho da associação que me convidou para estar nesse dia comemorando os 103 anos da feira”, disse o prefeito Bernardo Rossi.

De acordo com a associação dos feirantes são comercializadas 350 toneladas de frutas e legumes por semana nas feiras. “A gente agradece o carinho e a consideração da população pela feira. Temos muito o que comemorar, por isso o bolo, tão bonito e, nada mais justo do que comemorar com todos. Queremos que os petropolitanos prestigiem cada vez mais a venda direta, vale a pena e ajuda as famílias”, afirmou Gênesis Pereira, presidente da Associação dos Feirantes.

Matilda de Castro, de 83 anos, faz questão de fazer as compras semanais na feira do Centro. “Vale muito a pena. A gente faz amizade, compra tudo fresquinho e aproveita para pedir desconto”, contou.

Elza Moraes, também faz questão de prestigiar a feira. “São alimentos de qualidade. A gente sente a diferença”, comentou.

No início do mês, o prefeito Bernardo Rossi entregou jalecos novos para os feirantes – 640 jalecos. “Há muito tempo sem troca, os jalecos são importantes na rotina diária e identifica os vendedores”, disse o prefeito Bernardo Rossi.

O diretor do Departamento de Agricultura, José Mauricio Soares, destacou o empenho dos feirantes. “São pessoas que acordam muito cedo, trabalham muito e estão sempre na feira com o sorriso, oferecendo alimentos de qualidade para a população. Todos merecem o nosso respeito e a feira do Centro merece o reconhecimento”, comentou.

14 feiras semanais na cidade

Em Petrópolis funcionam 14 feiras semanais e, de acordo com a prefeitura, o planejamento é de que mais duas sejam estabelecidas ainda nesse ano na cidade. “A possibilidade de compra aumentar no contato direto com o produtor, a capacidade de negociação é maior e a qualidade insuperável. Temos áreas reconhecidamente produtoras de alimentos de qualidade, inclusive de orgânicos e o movimento na feira contribui para o sustento de muitas famílias petropolitanas, por isso, mais duas feiras devem ser implantadas em locais que estão em estudo”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.