Foto: Reprodução das Redes Sociais

Pandemia? Não em horários de pico

Usuários reclamam de aglomerações durante as viagens.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A cidade de Petrópolis conta com 5 empresas que prestam serviço à população (Turp, Cidade Real, Cidade das Hortênsia, PetroIta e Cascatinha), fornecendo transporte público. No entanto, a situação de quem necessita diariamente dos coletivos, não é nada agradável. O itinerário das linhas é uma das principais reclamações feitas por usuários.
Mairum Assis, que reside no bairro Mosela e trabalha em Itaipava, relata que o principal problema é o horário do ônibus. “Está péssimo, os ônibus não cumprem os horários e em linhas com maior movimento, colocam veículos que não suportam a demanda”. Mairum ainda afirma que para chegar no horário é preciso sair cedo de casa: “Meu expediente começa às 10h e para isso preciso sair de casa pelo menos às 8h para não me atrasar”, conclui..
Além da demora nos pontos de ônibus, a diminuição dos coletivos durante a pandemia tem gerado aglomerações, que antes mesmo da covid-19, já eram um problema, afirmou Octávio Gabriel. “Pego a linha 700 todos os dias e sempre houve aglomerações, mesmo antes da pandemia. É uma falta de respeito com o petropolitano que depende do transporte para ir trabalhar, ir ao hospital ou até mesmo passear com a família.”


Para amenizar a situação

Foto: Prefeitura de Petrópolis


No dia 29 de Julho a prefeitura de Petrópolis sancionou o projeto de lei que impede a mudança no horário dos ônibus em dias considerados pontos facultativos. Já no dia 3 de Setembro, a Turp, que transporta em média 28 mil passageiros diariamente, realizou um investimento e adicionou 15 novos ônibus à frota da empresa. Entre as linhas contempladas estão: 700 (Itaipava), 600 (Correas), 610 (Araras), 611 (Bonfim), 619 (Castelo), 615 (Carangola) e 705 (Vale do Cuiabá).
A chegada da nova frota traz um sentimento de alívio para os usuários, como o Felipe Rodrigues. “A Turp melhorou com esses novos ônibus, já a Petroita, os ônibus parecem carroça. Raro um ônibus deles não apresentar problemas mecânicos”. Concluiu. Quando foi questionado sobre os horários, a resposta foi a mesma de outros usuários: “Estão sempre lotados e poucos ônibus estão em circulação”, finalizou.
Apesar de algumas tentativas para melhorar o transporte público, as viagens e as aglomerações, seja em ônibus novos ou antigos, permanecem.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.