Países suspendem voos do Reino Unido por conta de nova variante do coronavírus

O Brasil ainda não anunciou nenhuma medida em relação ao caso.

Países de todo o mundo começaram, nesta segunda-feira (21), a restringir voos vindos do Reino Unido por causa de uma nova variante de coronavírus, com maior taxa de transmissão, que foi detectada.

O Reino Unido identificou a variante do vírus, mas outros países, como Itália, Austrália Holanda, Dinamarca e Gibraltar também encontraram pacientes com essa linhagem do vírus.

Na Europa, Rússia, Noruega, França, Alemanha, Holanda, Bélgica, Áustria, Irlanda, Itália, Bulgária, Suécia, Romênia, Lituânia, Letônia, Estônia, Finlândia, Croácia, Macedônia, Polônia e República Checa, anunciaram restrições a viajantes com origem no Reino Unido.

Ao redor do mundo, países como Índia, Hong Kong, Argentina, Colômbia, Chile, Peru, El Salvador, Canadá, Arábia Saudita, Kuwait e Omã também fecharam suas fronteiras aéreas para os britânicos.

As medidas são uma medida contra a disseminação de uma nova cepa do coronavírus Sars-Cov-2, que os britânicos afirmam ser até 70% mais transmissível.

Na Europa, Rússia, Noruega, França, Alemanha, Holanda, Bélgica, Áustria, Irlanda, Itália, Bulgária, Suécia, Romênia, Lituânia, Letônia, Estônia, Finlândia, Croácia, Macedônia, Polônia e República Checa, anunciaram restrições a viajantes com origem no Reino Unido.

Ao redor do mundo, países como Índia, Hong Kong, Argentina, Colômbia, Chile, Peru, El Salvador, Canadá, Arábia Saudita, Kuwait e Omã também fecharam suas fronteiras aéreas para os britânicos.

As medidas são uma medida contra a disseminação de uma nova cepa do coronavírus Sars-Cov-2, que os britânicos afirmam ser até 70% mais transmissível.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também