Foto: Divulgação

Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí se apresenta nesta quinta na Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro

Apresentação será às 16h30 em concerto que antecipa a comemoração ao Dia Internacional do Voluntariado
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí – OCPIT, vai se apresentar nesta quinta-feira (1º), na Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro em um concerto organizado pela EDF Norte Fluminense – filial brasileira do Grupo francês Électricité de France – para projetos e serviços de geração térmica e hídrica no Brasil. O concerto, aberto ao público, será às 16h30.

A apresentação antecipa a comemoração ao Dia Internacional do Voluntariado, que é lembrado em 5 de dezembro, data instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU). Integrada nesta oportunidade por 24 alunos, a OCPIT, projeto do Fórum Itaboraí: Política, Ciência e Cultura na Saúde (Fiocruz / Petrópolis), se apresenta pela primeira vez na Catedral Metropolitana do Rio.

Segundo Nina Mayer, coordenadora executiva da orquestra, os alunos estão animados para participar do concerto em um cartão-postal do Rio de Janeiro. “É sempre gratificante poder levar a orquestra para locais dessa magnitude. Preparamos um programa especial e esperamos emocionar o público presente”, afirma.

O concerto é realizado pela Secretaria Especial de Cultura, do Ministério do Turismo, com gestão cultural da Sociedade Promoção Casa de Oswaldo Cruz (SPCOC). A apresentação conta com patrocínio da EDF, Abbott, White Martins, GE Celma e Supergasbrás. O apoio é da Crosman eventos.

Sobre a Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí

Todos os alunos da orquestra são estudantes da rede pública de ensino em Petrópolis. O projeto sociocultural foi criado em 2013 e tem o propósito de desenvolver o aprendizado com perspectiva profissionalizante e humanista.

Os jovens musicistas vivenciam um curso intensivo e gratuito no decorrer de três anos totalizando uma carga horária de 300 horas por ano, com aulas teóricas e práticas de música, masterclasses e intercâmbios com universidades de música, além de apresentações regulares de concertos para diversos públicos, inclusive em escolas da rede pública de Petrópolis.

Programa
▪ Sérgio di Sabbato – Suíte Palácios de Petrópolis
I. Palácio Imperial
II. Palácio de Cristal
III. Palácio Rio Negro
IV. Palácio Itaboraí
▪ Dimitri Cervo – Suíte Brasileira
I. Prelúdio
II. Cantiga de Cego
III. Capoeira
IV. Desafio
▪ J. S. Bach – Jesus Alegria dos Homens
▪ F. Mendelssohn – Canção Angelical
▪ C. Guerra-Peixe – Mourão

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.