Operação Verão: Guardas municipais conduzem dois homens para delegacia no feriado prolongado do Natal

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

As equipes do Grupamento Especial de Praia (GEP) que estão atuando na Operação Verão da Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) detiveram dois homens na Barra da Tijuca durante o feriado prolongado do Natal. No domingo, dia 24, os guardas do GEP prenderam Uilson Francisco da Silva, de 38 anos, acusado de roubar uma pedestre na Ponte da Alvorada. Após o roubo, a vítima foi até a tenda da GM-Rio montada na areia e pediu apoio aos GMs. Ela relatou ter sido atacada por quatro homens na ponte. A equipe pegou a descrição dos acusados e depois de buscas na região prenderam Uilson. Após ter sido reconhecido pela vítima, o homem conduzido para a 16ª DP (Barra da Tijuca) onde o caso foi registrado como roubo. Já nesta segunda-feira, dia 25, um homem também foi conduzido para a 16ª DP após ter sido flagrado pelos guardas com substância entorpecente no Quebra-Mar. Após análise na Cidade da Polícia, constatou-se tratar-se de maconha e a droga ficou apreendida.

Além das prisões, as equipes do GEP também atuaram na fiscalização das posturas municipais na orla das Zonsas Sul e Oeste da cidade. Foram registradas 56 abordagens a donos de cães que estavam com os animais na areia e também foram coibidas quatro práticas esportivas em horário ou local não permitido, além da remoção de uma barraca de Camping. Também foram desfeitos dois depósito de caipirinha e retirados  duas churrasqueiras das praias. As práticas são proibidas pelo Código de Posturas Municipais.Em Ipanema, os guardas do GEP retiraram uma faixa que estava fixada próxima a vegetação da praia, que é uma área de proteção ambiental. Foram registrados ainda quatro casos de crianças perdidas que os guardas auxiliaram a reencontrar os responsáveis.

Iniciada no dia 30 de setembro, a Operação Verão conta com emprego de 381 guardas municipais, sendo 59 empregados exclusivamente em ações de trânsito. Os guardas atuam de forma integrada com a Polícia Militar e as secretarias municipais de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH) e de Transportes (SMTR), com ações preventivas que visam proporcionar maior sensação de segurança aos banhistas. A operação deste ano está repetindo a integração com a Polícia Militar por meio de radiocomunicação operando na mesma frequência. Além disso, os efetivos contam com o suporte do Núcleo de Vídeo patrulhamento da GM-Rio, que utiliza 80 câmeras do Centro de Operações Rio (COR), redirecionadas para reproduzir margens do calçadão e da faixa de areia.

Em quase três meses de operação, foi registrado aumento na fiscalização das posturas municipais em relação a edição anterior.  A retirada de cães da areia aumentou 34% com 1.931  abordagens até o dia 17 de dezembro. Em todo o período da operação passada, que teve duração de seis meses, foram registradas 1.437 abordagens a donos de cães. Ainda dentro da fiscalização de posturas, foram coibidas 95 práticas esportivas em horários ou locais não permitidos e apreendidos 5.928 produtos com ambulantes irregulares. Entre as mercadorias apreendidas havia produtos perecíveis, como espetos de camarão e queijo coalho, de alto risco de contaminação, cuja venda também é proibida na praia, além de itens eletrônicos ou objetos e utensílios sem procedência comprovada. Houve ainda o registro de 127 casos de crianças perdidas que foram devolvidas aos responsáveis com o auxílio dos guardas.

O GEP também efetuou 50 prisões e apreensões de adolescentes após flagrantes de furtos, roubos e outros tipos

de pequenos delitos. A maioria das ocorrências aconteceu na orla da Zona Sul, com 43 casos registrados. Apesar das ocorrências de prisões, até o momento não houve registro de arrastões nas praias das zonas Sul e Oeste. Desde o início do ano, após a implantação do Plano de Prevenção Contra Pequenos Delitos e Arrastões, elaborado pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEOP), não houve registro de ocorrências do tipo na orla.

Fonte: Guarda Municipal do Rio de Janeiro

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.