A Receita Federal do Brasil (RFB), a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) deflagraram nesta terça-feira (13) a “Operação PÃO NOSSO”, com o objetivo de combater a atuação de empresas e de organizações da sociedade civil de interesse público (OSCIP) responsáveis pelo fornecimento de alimentos à Secretaria de Estado de Alimentação Penitenciária, no Rio de Janeiro.

Os responsáveis pela fraude se utilizavam de uma OSCIP, cujo quadro societário era composto por interpostas pessoas, visando substituir a empresa que atuava anteriormente e que teve seu contrato rescindido, em razão da autuação do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro.

Estão sendo cumpridos Mandados de Busca e Apreensão em residências, empresas e organizações envolvidas na fraude. O valor global estimado do contrato celebrado com a OSCIP foi superior a R$ 20 milhões em valores atualizados e, de acordo com a investigação, parte de sua receita foi destinada a empresas que atuam em negócios de câmbio e turismo e de construção civil, utilizadas para ocultar a destinação final dos recursos.

As ações ocorrem no Rio de Janeiro e buscam a obtenção de provas complementares de participação, modus operandi e destinação dos valores obtidos, de modo a configurar os ilícitos, principalmente o crime de lavagem de dinheiro.

Fonte: Receita Federal do Brasil da 10ª Região Fiscal