Operação ‘Linha Chilena Não’: Polícia Civil prende dois homens e interdita estabelecimentos na Zona Oeste

Durante as diligências, foram apreendidos milhares de metros de linha chilena, potes de cerol (vidro moído com cola) e grande quantidade de óxido de alumínio, material utilizado para a fabricação da linha chilena.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Policiais civis da Delegacia de Polícia Interestadual – Divisão de Capturas (DC-Polinter) realizaram, nestas quinta e sexta-feira (22 e 23), a segunda fase da operação ‘Linha Chilena Não’, que tem o objetivo de combater a venda irregular deste e de outros produtos proibidos. A ação fiscalizatória aconteceu na Zona Oeste do Rio. Duas pessoas foram presas e dois estabelecimentos interditados. Houve, ainda, apreensão de materiais.

De acordo com as investigações, mesmo após a realização da primeira fase da operação, em maio deste ano, acidentes decorrentes da utilização da linha chilena continuavam acontecendo. Desta forma, houve a necessidade de uma nova ação para apreensão do material ilegal, além da identificação e prisão dos responsáveis pela comercialização.

Durante as diligências, foram apreendidos milhares de metros de linha chilena, potes de cerol (vidro moído com cola) e grande quantidade de óxido de alumínio, material utilizado para a fabricação da linha chilena. Os presos responderão pelo crime de comercializar produto nocivo à saúde humana, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos, previsto no artigo 56 da Lei de Crimes Ambientais.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.