The Guardian

ONU propõe que 30% do planeta deve ser protegido até 2030 Medida deve entrar em vigor em outubro de 2020

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Os cientistas alertam que é preciso combater o sexto evento de extinção em massa na história do planeta, para isso, de acordo com um projeto da ONU, é preciso que até 2030 hajam  áreas de conservação e de restauração de ecossistemas e vida selvagem que executem serviços primordiais aos seres humanos.

Além disso, quase um terço dos oceanos e terras do mundo também deve ser protegido até o final da década, para que o declínio da biodiversidade possa ser revertido.

Segundo o site The Guardian, o texto, redigido pela Convenção da ONU sobre Diversidade Biológica, deve entrar em vigor em outubro de 2020, uma vez que os países falharam em cumprir as metas acordadas para a década anterior.

Além disso, o compromisso visa proteger pelo menos 30% do planeta e foi comparado ao acordo de Paris de 2015 sobre a crise climática.

Ainda segundo o site, o diretor da Campanha pela Natureza, Brian O’Donnell, disse: “O texto mostra que os países estão ouvindo e reconhecem o papel cada vez mais importante que a proteção da terra e da água deve desempenhar no enfrentamento das mudanças climáticas, na prevenção de extinções da fauna silvestre e no apoio a pessoas,  animais e comunidades locais. Este é um primeiro passo muito encorajador.”

Por fim, até 2030, ano de fechamento do projeto, o comércio de espécies selvagens deverá ser legal e sustentável, promovendo também  a participação plena e efetiva dos povos indígenas e comunidades locais com relação as decisões sobre a biodiversidade.

Fonte: Anda

Crédito da foto: The Guardian

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.