As novas modalidades olímpicas que irão compor os Jogos de 2020, no Japão, foram confirmadas pelo Comitê Olímpico Internacional logo após o fim do evento realizado na cidade do Rio, em 2016. Dentre os esportes que inauguram a grade olímpica estão o surfe, o skate, a escalada e o caratê. Se junta novamente aos contemplados com o pacote de reformas iniciado pelo presidente do COI, Thomas Bach, o beisebol e o softbol.

O objetivo de aumentar a grade olímpica é atrair potenciais patrocinadores para a próxima Olimpíada, onde os esportes citados anteriormente teriam maior visibilidade. Portanto, é necessário esclarecer que, o Comitê não confirma a presença das novas modalidades nas edições de 2024 em diante.

De acordo com o Comitê Tóquio 2020, essa inclusão deve contar com o acréscimo de mais de 400 atletas, no total de 18 disputas pela tão sonhada medalha de ouro.

Na ocasião, o ex-presidente da Federação Italiana de Futebol e responsável pela lista final a ser levada para votação que decidiu a inclusão de novas modalidades, Franco Carraro destacou animado que as competições devam atrais os olhares do público mais jovem. Franco afirmou que são esportes inovadores e que os melhores atletas vão participar.

Há 27 anos, beisebol e softbol já tinham feito parte do programa olímpico, deixando de participar em 2008. Além, é claro, dos Jogos de 1964, que coincidentemente também foram em Tóquio.

Gabriel Medina, Douglas Brose e Paulo Orlando se manifestaram após a confirmação 

Atletas que provavelmente representarão as cores brasileiras em Tóquio 2020 não contiveram os sentimentos ao descrever tamanha gratidão por terem a oportunidade de se tornarem atletas olímpicos. Dentre eles estavam surfistas, carateca e até um jogador de beisebol (pode acreditar).

Gabriel Medina, bi-campeão mundial (2014 e 2018) da World Surf League (WSL), é a grande aposta de medalha para o próximo ano, bem como poderão entrar na disputa Felipe Toledo, o histórico Kelly Slater e até o jovem John John Florence.

Douglas Brose também promete estar no pódio das competições que estiver na disputa, sendo considerado por muitos o maior carateca brasileiro de todos os tempos, após colecionar títulos importantes durante sua trajetória esportiva.

Paulo Orlando ficou entusiasmado em poder divulgar o esporte também para o seu país de origem, ressaltando que seria a realização de um sonho. O atleta foi campeão da Major League Baseball com a camisa do Kansas City Royals, dos EUA.

O querido futsal ainda não faz parte dos Jogos, mas é certo que se as novidades obtiverem sucesso em 2020, o andamento das reformas no programa olímpico continuará, fazendo com que outras modalidades possam compor essa atmosfera.

Os Jogos Olímpicos de Tokyo 2020 acontece entre os dias 24 de julho e 09 de agosto de 2020. Para quem puder desembolsar ao menos R$ 30.000 reais, ボン航海!