Obra irregular no Vila Rica recebe notificação e multa da Prefeitura, mas continua em atividade, diz morador

O responsável por uma obra irregular realizada na Rua A, no Vila Rica, foi notificado e multado segundo a Prefeitura Municipal de Petrópolis. O motivo da ação seria a possível causa do entupimento de uma galeria de águas pluviais que provocou danos as moradias da localidade.

No dia 29 de outubro do ano passado várias casas foram interditadas por causa a inundação provocada pelo entupimento desta galeria e famílias tiveram que deixar suas residências.

Andre Rodrigues, um dos moradores que ficou desabrigado, contou para o Giro Serra que os responsáveis pela obra desviaram o curso da água da galeria, culminando na tragédia. “Fizeram uns piscinões pra diminuir a forca da agua e um curso pra agua ir na direção da minha casa.um absurdo isso”, disse o morador.

Em outro momento ele confirma a continuidade da obra, mesmo após os responsáveis já terem sido notificados e multados. As imagens enviadas pelo morador foram registradas durante a última semana. “Sim todo dia a maquina esta aqui trabalhando”, disse Andre.

André, assim como as demais famílias que tiveram suas casas interditadas, está dependendo do Aluguel Social e não tem previsão para voltar a viver em sua residência.

A Prefeitura de Petrópolis, em nota, confirma a interdição dos imóveis no Vila Rica e afirma que todos as famílias que tiveram suas casas interditadas receberam um relatório, elaborado pelos técnicos, orientando-as sobre as obras que devem ser realizadas nos imóveis.

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias interditou seis imóveis no Vila Rica após a chuva forte do dia 29 de outubro do ano passado. O relatório elaborado pelos técnicos foi entregue para essas famílias logo após a confirmação das interdições. Nele constam as informações das obras necessárias para que as residências sejam desinterditadas. A Defesa Civil não impede nenhuma intervenção neste sentido por parte dos moradores”, diz um trecho da nota.

Sobre a obra irregular, a Prefeitura explicou que notificou os responsáveis e que também aplicou multa. O governo municipal vem atuando em relação a essa obra desde março de 2017, diz o órgão. O caso foi encaminhado para o Ministério Público do Rio de Janeiro.

Confira a nota enviada pela Prefeitura na íntegra:

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias interditou seis imóveis no Vila Rica após a chuva forte do dia 29 de outubro do ano passado. O relatório elaborado pelos técnicos foi entregue para essas famílias logo após a confirmação das interdições. Nele constam as informações das obras necessárias para que as residências sejam desinterditadas. A Defesa Civil não impede nenhuma intervenção neste sentido por parte dos moradores.

As seis famílias estão incluídas no aluguel social. Na época, o prefeito Bernardo Rossi também autorizou a doação de kits de chuva, com cama e colchão, armário, geladeira e fogão para os atingidos que perderam móveis.

A prefeitura ressalta ainda que notificou e multou o responsável por uma movimentação de terra, que é a possível causa do entupimento de uma galeria de águas pluviais. O governo vem atuando em relação a essa obra desde março de 2017, quando a Secretaria de Meio Ambiente recebeu denúncia de movimentação irregular sem autorização. Um mês depois, o proprietário foi multado e notificado a paralisar a atividade até a regularização da obra. A multa pelas intervenções sem autorização ambiental foi estabelecida em agosto do ano passado em R$ 21,8 mil. Toda área está interditada e o caso já foi relatado ao Ministério Público Estadual”.

O Giro Serra não conseguiu contato com os proprietários do terreno onde a obra está sendo realizada.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também