Em entrevista a emissora TVT, Glenn Greenwald contou que o Jornal Nacional, atuava como parceira da operação.

“Obviamente, a grande mídia estava como uma aliada do Sergio Moro e da Lava Jato nos últimos anos, não só por ideologia, mas também porque o modelo do lucro da mídia brasileira era receber vazamentos da força-tarefa da Lava Jato sem gastar com nenhum recorte, e sem ao menos fazer investigações”, disse Glenn, citando William Bonner na sequência.

“Então, o Jornal Nacional recebia vazamentos da força-tarefa da Lava Jato, o apresentador e editor chefe William Bonner anunciava que tinha uma notícia muito importante sobre corrupção, tendo uma audiência enorme, a Globo lucrava muito sem fazer jornalismo. O papel da grande mídia no Brasil era quase como parceiro da Lava Jato e do Sergio Moro”, disse.