© Reuters/direitos reservados®

Número de mortos por covid-19 pode ser três vezes maior que o oficial, diz OMS

Segundo os dados oficiais, houve 5,4 milhões de mortes por Covid-19, resultando em uma estimativa de mortalidade excessiva de 9,5 milhões a mais que o relatado.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Segundo novas estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 14,9 milhões de pessoas morreram por conta da Covid-19 entre janeiro de 2020 e dezembro de 2021. O número é quase três vezes maior do que o informado oficialmente.

Segundo os dados oficiais, houve 5,4 milhões de mortes por Covid-19, resultando em uma estimativa de mortalidade excessiva de 9,5 milhões a mais que o relatado.

“O excesso de mortalidade é a diferença entre o número de mortes que foram registradas e aquelas que seriam esperadas na ausência da pandemia”, disse Samira Asma, diretora-geral assistente da Divisão de Dados, Análise e Entrega para Impacto da OMS.

As 14,9 milhões de mortes incluem “mortes atribuídas diretamente ao Covid-19 que foram relatadas à OMS, mortes atribuídas diretamente ao Covid-19 que não foram contadas ou relatadas”, explicou Asma.

A projeção da OMS acompanha o estudo publicado em março na revista “The Lancet”, que também aponta que a pandemia matou três vezes mais pessoas do que o registrado.

“Esses dados preocupantes não apenas apontam para o impacto da pandemia, mas também para a necessidade de todos os países investirem em sistemas de saúde mais resilientes”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.